07/02/2019 - Pequeno Expediente Rildo Amaral


Aniversário: 22/05
Profissão: Professor

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO RILDO AMARAL (sem revisão do orador) – Bom dia, Senhoras e Senhores. Senhor Presidente, venho hoje aqui, relatar o desserviço que o DNIT do Maranhão, especialmente, o DNIT Imperatriz, minha cidade natal, presta àquela comunidade, àquela sociedade. O Governador Flávio Dino, Senhores Deputados e povo do Maranhão, fez um sistema de distribuição de água em Imperatriz para resolver o problema de praticamente 50 mil pessoas em bairros da nossa cidade, como a Vilinha, Parque Alvorada I e II, Parque Airton Sena e são quase 50 mil pessoas, dá em torno de um quinto a um sexto da população de Imperatriz. E o Governador muito sensível e sabendo dos problemas que aquela comunidade passa, na qual inclusive fui professor até o ano passado, da Escola São Jorge, o Governador fez toda obra, mas tem um pedaço de mais ou menos 200m somente para o DNIT liberar a passagem dessas adutoras, lá em Imperatriz, e agora com o desserviço. Que em Imperatriz ninguém sabe nem onde é que fica o DNIT e o DNIT agora vem dizer que o projeto está errado. Quase dois anos esperando um trecho, já foi feito mais de 5km de adutora nessa região e agora com um trecho de menos de 200m, onde está licitado, está dinheiro em conta, o DNIT vem criar problemas, dizer que o projeto tem que ser refeito. Falta de sensibilidade com o ser humano, falta de sensibilidade política. Antes era porque era um presidente contra o atual governador e agora é porque não conhece a realidade do nosso povo. Estão pedindo para cortar árvore para passar a adutora, como se a adutora fosse passar próximo do aeroporto. Então fica aqui minha reclamação, fica aqui o meu pedido para que o DNIT do Maranhão possa interferir ali em Imperatriz, porque a comunidade dos bairros, as escolas, quando chega o mês de agosto até outubro, novembro, quando dá duas horas da tarde, o aluno entra uma hora, quando dá duas tem que ser mandado para casa, porque não tem água numa cidade igual Imperatriz por onde passa o rio Tocantins. Eu não estou falando do deserto do Saara, não. Então, ficam aqui as minhas reclamações e fica aqui o meu pedido para que o DNIT possa liberar a Caema para fazer o serviço que o Governador Flávio Dino licitou e colocou o dinheiro à disposição do povo de Imperatriz, pois o que não pode é a falta de sensibilidade, é a irresponsabilidade para com o povo daquela comunidade que sofre por falta d’água, numa cidade por onde passa um dos maiores e mais caudalosos rios do Brasil. Muito obrigado.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA