16/05/2019 - Expediente Final Rigo Teles

Rigo Alberto Teles de Sousa

Aniversário: 08/06
Profissão: Empresário

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO RIGO TELES (sem revisão do orador) - Senhor Presidente, senhoras deputadas, senhores deputados. Senhor Presidente, eu nem retornaria mais aqui à tribuna, mas como foi citado, contra o meu nome, eu queria mais uma vez aqui subir à tribuna. Primeiro o Deputado fez uma acusação pessoal, e eu estou pedindo aqui que, além dela, a assessoria informe mais a ele que faltar com a verdade na tribuna desta Casa é falta de decoro parlamentar, e falta de decoro vai à Comissão de Ética, e falta de decoro pode chegar até cassar o mandato. Dizer que o Deputado Rigo pegou o motor, está na minha fazenda. Agora, eu vou tomar as providências. E aqui eu faço um desafio: se o deputado está falando com a verdade, com a verdade, ele provar, eu quero que ele diga isso aqui agora, o deputado Rigo renuncia o mandato. Agora, se ele estiver mentindo, eu quero que ele venha à tribuna e diga também a mesma coisa, se ele tem coragem de dizer que renuncia. Ele vai ter que provar agora, aí é um fato isolado. O outro, é dizer que o deputado não leva as ações, o deputado Júnior Lourenço, é votado comigo em Jenipapo dos Vieiras, outra mentira do parlamentar dizer aqui dizer que foi ele. Não, deputado, primeiro, sua assessoria ou V.Exa. não está apurando os fatos, vá trabalhar, vá atrás das coisas. Esse compromisso em Jenipapo do Vieiras foi assumido ainda na época com o senador Edison Lobão. Foi Emenda Parlamentar do Edison Lobão, compromisso dele conosco, assumido com Jenipapo dos Vieiras. O deputado estadual não tem Emenda Parlamentar Federal, não, você consegue com os senadores, com os deputados federais e coloca nos seus municípios. E a outra coisa, Senhor Presidente, que eu quero retornar aqui é, mais uma vez, pedir a resposta sobre a morte dos recém-nascidos, em Barra do Corda, enrola, vai por longe, vai ao estado do Piauí, vai no Ceará, mas não passa no principal ponto, que é Barra do Corda, a morte dos recém-nascidos. O que eu quero aqui informar, que o deputado falou que aqui na tribuna, que o deputado Rigo influencia para ser criada a CPI. Eu não pedi a nenhum vereador para assinar a CPI. Todos assinaram porque estão vendo o problema que está acontecendo na saúde de Barra do Corda. E, por último, quem assinou foi o Presidente da Câmara, vereador Gil Lopes. E eu quero que o deputado Fernando venha aqui e diga, se o Gil Lopes foi um articulador político seu, foi um eleitor seu ou não. Porque o Presidente Gil Lopes foi quem mais trabalhou, mais incentivou para que fosse o candidato e fosse eleito, dissesse aqui se o Gil Lopes foi influenciado por alguém, ele é o presidente daquela Casa, ao longo de já 4 vezes presidente, já está com mandato mais dois anos. Então 8 anos de presidente daquela Casa no mandato do atual prefeito, e ele chefe do Legislativo daquela Casa. Então, por que que ele assinou? Se ele assinou ele é convicto do que estava fazendo, ele é conhecedor do que estava fazendo. Todos os vereadores que assinaram são conhecedores, são convictos do que está acontecendo em Barra do Corda. E sobre a UTI Neonatal, esta UTI foi colocada em Barra do Corda, aqui a foto dos berçários, foi emenda parlamentar minha, do deputado Rigo Teles, para instalação dessa UTI, coloquei na saúde 500 mil reais para instalação desta UTI e foi entregue ao município essa semi-UTI Neonatal. A documentação que veio aqui da Câmara de Vereadores pedindo que eu encaminhasse até a comissão do Senado Federal, são para apurar a denúncias, os vereadores fazem a denúncia, eu estou aqui recebi e levei ao Senado Federal. A outra denúncia que tem aqui não partiu de mim, partiu de quem? Partiu da Câmara também de Vereadores, partiu dos sindicatos, da OAB, de várias entidades do município de Barra do Corda pedindo para tomar as providências. E as providências estão sendo tomadas. Isso aqui que eu quero a resposta, somente isso. É muito simples, é subir à tribuna e responder sobre o problema da morte dos recém-nascidos, em Barra do Corda. Está aqui o documento, esse documento não foi feito por mim não, esse tanto de laudo aqui feito pelas pessoas na delegacia de Barra do Corda, está aqui, são vários, não é só um, são vários. Aqui nenhum documento foi feito por mim, aqui não tem assinatura minha em nenhum. São inúmeros documentos que eu recebi para que eu tomasse as providências e assim estamos fazendo. Aqui tem um documento assinado pela governança do polo de turismo de Barra do Corda, para tomar as providencias; da Associação Agrícola Industrial de Barra do Corda pedindo para tomar essas providencias; da CDL (Clube de Diretores Lojistas) de Barra do Corda, pedindo para tomar as providencias; Sindicato dos Lojista de Barra do Corda pedindo para tomar as providências; OAB - Seccional de Barra do Corda pedindo para tomar as providências; Sinrural - BC (Sindicato dos Produtores Rurais de Barra do Corda) pedindo para tomar as providencias; e agora a Câmara Municipal de Barra do Corda está instaurando uma CPI. Então, só isso que eu quero que responda à população, isto é, que providências estão sendo tomadas para que não venha mais acontecer fatos desse nível da morte de recém-nascidos. É somente isso o foco. Eu só quero essa resposta: por que estavam morrendo tantos recém-nascidos no Hospital Materno Infantil em Barra do Corda? É somente isso. Obrigado, senhor presidente.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA