12/09/2019 - Tempo das Lideranças Wellington do Curso

Carlos Welington

Aniversário: 27/09
Profissão: Professor e Empresário

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO WELLINGTON DO CURSO (sem revisão do orador) – Senhor Presidente, demais Membros da Mesa, Senhoras e Senhores Deputados, imprensa, internautas que nos acompanham por meio da TV Assembleia. Eu vou tentar, nesse curto espaço de tempo, tratar de dois assuntos de suma importância. Primeiro, de uma audiência realizada ontem, na feira do São Francisco e uma audiência que começou até tumultuada. Nós havíamos comunicado ao Presidente Othelino, nesta Casa, e pedido apoio. Levamos o Gabinete Militar, TV Assembleia e contamos também com a presença de cinco Vereadores: Vereadores Marcial Lima, Vereador César Bombeiro, Vereador Estevão Aragão, Vereador Paulo Victor e o Vereador Marquinhos. Então, cinco Vereadores participaram da reunião. Uma reunião tumultuada no início. Nós já sabíamos que seria tumultuada. Na noite anterior, recebemos a comunicação, o testemunho, o relato de uma pessoa que era da feira e que disse: “Wellington, estão reunidos, neste exato momento, para tumultuar a audiência amanhã”. Mas eu fiz de conta que não sabia de nada, nem relatei o que eu estou relatando agora durante a audiência, deixei que eles se aproveitassem e fizessem o que queriam, mas, graças ao nosso bom Deus, a audiência transcorreu sem alteração. O início foi um pouco tumultuado, mas depois conseguimos colocar ordem, conseguimos ouvir a comunidade, intitulando-se consumidores e os feirantes que são os principais implicados, mas isso por quê? Porque não houve transparência e não houve por parte da Prefeitura de São Luís um planejamento antecipado. Os feirantes não tomaram conhecimento do que estava acontecendo, souberam que seriam transferidos para outro local e que a feira seria demolida e construída uma feira nova. Nós fomos, na última sexta-feira, mantivemos contato com os feirantes, ouvimos os feirantes. Na última segunda-feira, os feirantes pediram a nossa presença, saindo daqui da sessão da Assembleia, que o Presidente da Câmara Municipal estava na feira apresentando um projeto de última hora. Chegamos durante a apresentação do projeto, num princípio de tumulto, a apresentação foi encerrada, voltamos para uma audiência que já estava programada, na manhã de ontem, e ouvimos os feirantes, ouvimos a comunidade. Deputado Wellington, qual a reclamação? Primeiro, a falta de transparência, pois são 16 milhões que serão empregados em cinco feiras: a Feira das Tulhas, que é o Mercado da Praia Grande; a Feira do João Paulo, que é uma grande feira; o complemento da Feira da Cohab; da Feira do Coroadinho, e da Feira do São Francisco. Segundo, não há definição de qual valor para cada feira. 3º - Vão remanejar os feirantes para outro local, já se aproximando o período de chuva, então, por que não fazem igual fizeram na Praia Grande, fazer por etapas, fazer por partes. É essa a solicitação dos feirantes para que a construção se dê por partes, por etapas. Senhoras e senhores, o relato dos feirantes é que vão perder rendimentos, vão perder no seu dia o faturamento. Então, mais uma vez, não somos contra a construção de feiras e mercado, pelo contrário, como ex-feirante, defensor de feirantes, defensor dos pequenos comerciantes. Portanto, nós queremos, sim, feiras e mercados adequados, higiênicos, adaptados. Não somos contra a construção da feira, mas tem que ter a garantia dos feirantes, não podemos simplesmente passar por cima dos feirantes e desrespeitá-los, não os respeitar, não respeitar a sua dignidade e, principalmente, a atenção mínima e básica dada aos trabalhadores maranhenses. Então, esse é o nosso posicionamento. Outras ações serão empregadas nos próximos dias no Ministério Público, na Defensoria Pública, até solicitando informações à Prefeitura e à Câmara Municipal para que possam dar as garantias aos feirantes do bairro São Francisco. Senhor Presidente, 33 segundos que nos restam. Ontem fizemos uma grave denúncia da CAEMA e nós já havíamos solicitado, nesta Casa, Senhor Presidente Deputado Glalbert Cutrim, nós já havíamos solicitado as informações, mandamos para a CAEMA, foi aprovado pela Mesa, solicitando as informações, isso no dia 3 de julho de 2019. Faz dois meses e a CAEMA não mandou as informações. Nós denunciamos que o engenheiro, no mês de julho, recebeu 91 mil reais. Vou concluir, senhor presidente. V. Ex.ª como foi benevolente com relação ao tempo, eu vou também concluir. Um engenheiro ganhando R$ 91 mil no mês de julho. Os altos salários, supersalários da CAEMA. Senhoras e Senhores, depois que fizemos a denúncia, uma engenheira Ambiental da CAEMA mandou outra relação. Nessa relação continua os absurdos, relação do mês de agosto. Colocaram no site Transparência da CAEMA, depois que começou a ter um tumulto dentro da CAEMA retiraram. Nessa página aqui no mês de agosto,08 engenheiros recebendo R$ 500 mil, senhoras e senhores. Quinhentos mil reais pagos a 08 engenheiros, dá para pagar 110 policiais militares. Um único engenheiro ganhando R$ 91 mil dá para se pagar 21 policiais militares. É assim que o governador Flávio Dino trata a Administração Pública. Já solicitamos a redução de Secretarias, a redução de cargos comissionados, a moralidade do serviço público e a transparência que não tem. Estamos formalizando uma denúncia no Ministério Público, na Promotoria de Improbidade para que possa investigar esses casos de malversação do dinheiro público e, principalmente, supersalários na CAEMA, que deveria estar valorizada, reestruturada para prestar um bom serviço à sociedade, à população que padece com a falta de água em vários bairros na capital e no interior do Estado. Era o que tinha para o momento, senhor presidente, e essa grave denúncia precisa ser apurada de altos salários, de supersalários, na CAEMA, e que com certeza daria para pagar muitos aprovados em concurso público da AGED, do Procon, do Detran, da EMAP, da Polícia Militar, da Polícia Civil. Estamos na luta em defesa dos servidores públicos do Estado do Maranhão.

O SENHOR PRESIDENTE EM EXERCÍCIO DEPUTADO GLALBERT CUTRIM – Expediente Final. Não há oradores inscritos. Lembro a todos os presentes que teremos uma Sessão Solene, agora, às 11h, para a entrega da Medalha Manuel Beckman ao Desembargador Antônio Fernando Bayma de Araújo. Quem puder se fazer presente, desde já eu agradeço. Peço aqui às professoras e aos coordenadores que tragam as crianças aqui na frente, para a gente poder tirar uma foto com todos os Deputados. E nada mais havendo a tratar, declaro encerrada a presente Sessão.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA