17/09/2019 - Pequeno Expediente Wellington do Curso

Carlos Welington

Aniversário: 27/09
Profissão: Professor e Empresário

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO WELLINGTON DO CURSO (sem revisão do orador) – Senhor Presidente, demais Membros da Mesa, Senhoras e Senhores Deputados, galeria, hoje ocupada por servidores do Poder Judiciário, o nosso respeito e admiração a todos os servidores do Estado do Maranhão, e hoje os servidores do Judiciário acompanhando aqui a votação. Sejam bem-vindos à Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão. Internautas, telespectadores que nos acompanham por meio da TV Assembleia, o nosso mais cordial, bom dia! Que Deus seja louvado! Senhor Presidente, eu venho tratar nesta manhã, inclusive já foi pauta de pronunciamento, na semana passada, inclusive do Deputado César Pires, do desmonte na saúde pública no Estado do Maranhão. Nós já externamos, aqui nesta Casa, a forma como o Governador Flávio Dino tem conduzido a saúde no Estado do Maranhão. O extermínio silencioso dos mais pobres no Estado do Maranhão. Com o fechamento de hospitais, com a demissão de servidores, com a demissão de profissionais da saúde e é inadmissível, salários atrasados de médicos, de enfermeiros, técnicos de enfermagem, e o mais grave, além disso também, a demissão de servidores, a demissão de profissionais de saúde. E, além disso, também a demissão desses servidores, a demissão de profissionais da saúde, o fechamento de hospitais importantes, como a suspensão de atendimentos no hospital macrorregional de Peritoró assinando o atestado de óbito de muitos maranhenses. Um hospital que é estratégico, que atende muitas pessoas, muitos moradores da região do Médio Mearim e dos Cocais, que não terão tempo de serem evacuados para São Luís, para os Socorrões, e poderão vir a óbito durante o trajeto. Então, os graves acidentes que ocorrem naquela região não terão mais o apoio, não terão mais a atenção mínima básica com o fechamento do hospital da macrorregional de Peritoró. Além disso, manifestação da população pelo interior do Estado em vários municípios, a qual tem ido às ruas pedir uma saúde pública de qualidade. Foi assim em Lago dos Rodrigues, no último final de semana, cuja população foi às ruas, solicitando encarecidamente ao Governo do Estado que tenha o mínimo de bom senso e a mínima atenção à saúde pública do Estado do Maranhão, mas o que a gente vê é o desmonte da saúde pública no Estado do Maranhão. O Governador Flávio Dino, de forma incompetente, tem destruído a saúde no Estado do Maranhão, tem desmontado a saúde do Maranhão. Não tem dinheiro para pagar médicos, para pagar enfermeiros, está demitindo médicos e enfermeiros, mas paga R$40 mil para uma pedagoga, como foi pago no mês de julho na CAEMA. E são denúncias sobre as quais nós já cobramos informações e esclarecimentos do Governador do Estado, que não tem dinheiro para pagar salários de médicos, de enfermeiros, de profissionais da saúde, mas tem dinheiro para pagar 40 mil para um pedagogo na CAEMA. Não tem dinheiro para pagar médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, mas tem dinheiro para pagar 51 mil reais ao advogado de São Paulo em cargo comissionado na CAEMA. Não tem dinheiro para pagar médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, mas tem para pagar 91 mil reais de salário de um engenheiro na CAEMA no mês de julho. Senhoras e senhores, a farra dos supersalários na CAEMA continua: esse advogado que ganhou 51 mil reais, no mês de julho, e o engenheiro que ganhou 91 mil reais no mês de julho. Para o mês de agosto, a farra continua. Uma pedagoga ganhou 41 mil reais, um engenheiro civil ganhou 45 mil reais, um químico ganhou 54 mil reais, um contador ganhou 48 mil reais, um economista ganhou 54 mil reais e mais seis engenheiros que ganharam de 54 mil a 86 mil reais. Oito engenheiros ganharam supersalários no mês de agosto, na CAEMA, totalizando 500 mil reais. Esses quinhentos mil reais pagos a oito engenheiros na CAEMA dariam para pagar cento e dez policiais militares, daria para pagar duzentos e cinquenta funcionários que não foram nomeados até agora na AGED. Esses quinhentos mil reais pagos em supersalários a oito engenheiros na CAEMA dariam para pagar, no mínimo, duzentos enfermeiros na saúde pública do Estado do Maranhão. O Governador que não tem dinheiro para pagar médicos, para pagar enfermeiros, técnicos de enfermagem, mas tem dinheiro para pagar supersalários na CAEMA. Estamos aguardando explicação do Governo e da CAEMA sobre esses supersalários. Nós aprovamos aqui nesta Casa, aprovados aqui nesta Casa com requerimento de nossa autoria, solicitando a relação de todos os cargos comissionados bem como salários pagos à CAEMA, aprovado no dia 03 de julho. Já se passaram dois meses e até agora não mandaram esta relação com os cargos e os respectivos salários. Cargos comissionados recebendo altos salários, supersalários, megassalários na CAEMA. E o Governador Flávio Dino não tem dinheiro para contratar novos policiais militares, novos policiais civis, aprovados no concurso do PROCON, aprovados no concurso da AGED, aprovados no concurso da EMAP e aprovados no concurso do DETRAN, mas tem dinheiro para pagar supersalários na CAEMA. Não tem dinheiro para pagar salário de médicos, de enfermeiros, de técnicos de enfermagem, mas tem dinheiro para pagar supersalários na CAEMA. Mas faz propaganda, faz propaganda enganosa dizendo que está tudo bem no estado do Maranhão. Dinheiro público gastando com propaganda enganosa. Dinheiro público gastando com propaganda de veiculação nacional, dizendo que o estado do Maranhão é um paraíso. Mas ele não mostra a realidade. A realidade do Maranhão é totalmente diferente da propaganda enganosa feita com o dinheiro público. Gastando o dinheiro público. O que nós estamos presenciando na atualidade é o desmonte da saúde pública do Estado do Maranhão. Fechamento de hospitais, fechamento de UPAS, repassando UPAS para as prefeituras e não dá a contrapartida. Na verdade, o que está acontecendo é o desmonte na saúde pública do Estado do Maranhão. É o extermínio silencioso da população mais pobre, que não tem condições, que não paga um plano de saúde e espera a solução no atendimento na saúde pública do Estado do Maranhão. Já denunciamos aqui a quantidade de mães, de pais que têm que judicializar, que têm que entrar na Justiça para ter o atendimento adequado na rede pública de saúde. Idosos que têm que entrar na justiça, que tem que judicializar para ter atendimento na rede pública estadual de saúde. Enquanto isso, funcionários da CAEMA ganham supersalários, altos salários, megassalários em detrimento da aprovação e da nomeação de aprovados em concurso público, Deputado César Pires. O que nós estamos vendo na atualidade é o governo da propaganda mentirosa. É ó governo da propaganda enganosa e o mais absurdo, gastando dinheiro público com a propaganda enganosa, com a propaganda mentirosa, enquanto os maranhenses estão morrendo sem atendimento na porta de hospitais, enquanto os maranhenses estão sendo exterminados por falta de atendimento na saúde pública do Estado do Maranhão. Isso não é grave, é gravíssimo! E já solicitamos por meio da Comissão de Saúde, desta Casa, dois requerimentos: um requerimento para que possamos fazer uma visita de fiscalização e inspeção às UPAs e hospitais no Estado do Maranhão, e outro solicitando uma audiência pública para tratar do tema. E conversaremos com a oposição para que possamos solicitar também a visita, a vinda do secretário de Saúde do Estado para que possa prestar os esclarecimentos. Enquanto o governador Flávio Dino gasta dinheiro público com propaganda enganosa, enquanto cargos comissionados ganham altos salários, supersalários na CAEMA, o maranhense está morrendo na porta de hospitais por falta de atendimento. É o extermínio silencioso dos maranhenses. O governador Flávio Dino está exterminando silenciosamente os mais pobres do Estado do Maranhão.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA