05/08/2020 - Pequeno Expediente Rigo Teles

Rigo Alberto Teles de Sousa

Aniversário: 08/06
Profissão: Empresário

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO RIGO TELES (sem revisão do orador) - Senhor Presidente, senhores membros da Mesa, Senhoras Deputadas, Senhores Deputados, imprensa. Senhor Presidente, ontem, 4 de agosto de 2020, o time de Barra do Corda, o Cordino, disputou já rebaixado, mas precisava fazer o último jogo e, mais uma vez, deixou a desejar. O Estádio de Futebol Leandro Cláudio da Silva, o Leandrão, está cheio de problemas, início de uma recuperação e uma reforma que não acontece. O jogo, que era para ter sido em Barra do Corda, foi transferido para Fernando Falcão, um estadiozinho inaugurado agora, há poucos dias, durante a pandemia, mas eu parabenizo o Prefeito Adailton Cavalcante, Prefeito de Fernando Falcão, por ter um estádio de futebol e zelar pelo esporte, pelo futebol, e lá recebeu o jogo. E o Cordino, realmente, lá perdeu de 1 a 0 e agora consagrou o rebaixamento. Mas o que eu quero falar aqui, Senhor Presidente, é da tristeza do desportista de Barra do Corda. O meu pai, na época prefeito de Barra do Corda, criou o Cordino, no ano de 2010. O Cordino abrilhantou o futebol de Barra do Corda, o futebol do Maranhão, disputou campeonato nacional na série D, Copa Nordeste e foi muito bacana abrilhantando o esporte e disputando com grandes times da capital e do país, como aqui falei, mas, para a nossa tristeza, no dia do aniversário de 10 anos, o Cordino fazendo dez anos, perdeu para o São Mateus, lá em Barra do Corda. Então, a partir daí, o Cordino já em decadência, mas por falta de estrutura, por falta de apoio do Poder Público Municipal, a maior tristeza que nós estamos vendo é o Cordino rebaixado é a tristeza do desportista, tanto dinheiro que entrou da CBF e até agora não foi prestado conta. Mas tenho certeza de que vai ser prestado conta, se não for esse ano vai ser no próximo ano, mas vai ser prestado conta vai. Os jogadores do Cordino, os desportistas vão saber para aonde foi ou foram todos os recursos destinados ao Cordino, ao nosso querido Cordino de Barra do Corda, porque investimento nenhum tem, os jogadores estão lá, alguns jogadores sem receber dinheiro. O nosso artilheiro já foi várias vezes artilheiro do Campeonato Maranhense o nosso artilheiro Ulysses, que já abrilhantou o Cordino, o Moto Club, e o Sampaio Corrêa está lá, até hoje, sem receber a totalidade do seu dinheiro que tem para receber do Cordino. Mas digo a todos vocês, maranhenses, que tenho certeza da tristeza não só do povo de Barra do Corda, não só dos desportistas de Barra do Corda, não só dos jogadores de Barra do Corda, mas sim de todo Estado do Maranhão, para aonde esses recursos foram? O Poder Público Municipal não está assumindo com nada, deu de presente esse rebaixamento para o Cordino. O time vinha em ascensão durante dez anos, na data do seu aniversário, o time foi rebaixado para a Série D e agora vai ter que disputar e trabalhar no ano de 2021 para que 2022, com muita luta, poderá chegar à Série A do Campeonato Estadual, mas eu digo aqui a todos os amigos e amigas do meu querido Estado do Maranhão, às senhoras, os senhores, deputados, deputado Antônio Pereira, que também é um jogador, é um desportista a todos do Estado do Maranhão e da minha querida Barra do Corda, tenham certeza que essa tristeza um dia vai se transformar em alegria, por tamanha irresponsabilidade do poder público municipal de Barra do Corda, que não abraçou o Cordino, que, como eu disse, foi fundado há 10 anos pelo meu pai e agora há 10 anos 2020, 2010 foi fundado, 2020 foi para o rebaixamento. Mas tenha certeza, desportista de Barra do Corda, que dias melhores virão, tenha certeza disso, que, no próximo ano, o Cordino irá abrilhantar o futebol de Barra do Corda do Maranhão e, em 2021, o futebol do Maranhão e o futebol nacional. Obrigado.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA