22/03/2018 - Pequeno Expediente Othelino Neto

Othelino Neto

Aniversário: 07/07
Profissão: Economista e jornalista com pós-graduação em Marketing Político

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO OTHELINO NETO (sem revisão do orador) - Senhor Presidente, senhores deputados, senhoras deputadas, cumprimento a todos na galeria, colegas jornalistas. Eu tenho evitado vir à tribuna para tratar de assuntos municipais, mas ontem ocorreu um fato, na cidade de Pinheiro, que pela significância é preciso trazer a esta tribuna. Ontem, funcionários da prefeitura do município de Pinheiro, sob determinação do prefeito da cidade, foram a uma emissora de televisão com a determinação de fechar a emissora. Qual a razão? Porque o proprietário da televisão faz oposição ao prefeito. Pasmem, senhores, em 2018, um prefeito decidiu fechar uma televisão, faz muitos anos que eu não vejo algo parecido acontecer, e isso relembra momentos que eu nem nascido era, lembra tristes épocas do regime militar. E olhem que naquela cidade de Pinheiro, onde a política é quente, em muitos momentos os ânimos se exaltam, nunca tinha acontecido um episódio como esse do prefeito mandar fechar uma televisão. E já notificou e já intimou a outra, como quem diz assim: se vocês não fizerem, não balançarem a cabeça para o que eu quero, só vai ficar a televisão do meu pai aqui na cidade funcionando”. Incrível, mas isso acontece. Aconteceu na cidade de Pinheiro. Notificou uma e tem-se informação que já vai intimar a outra, acusando de que as televisões não têm alvará. Por que não têm alvará, as que não têm? Porque o Prefeito determinou que não fosse emitido o alvará. Todas com licença do Ministério das Comunicações, com o seu funcionamento regular. Mas porque ousam dizer e noticiar aquilo que está acontecendo na cidade, estão com o risco objetivo de terem as suas portas fechadas. Mas de fato o Prefeito de Pinheiro se especializou, Deputado Fernando Furtado, em fechar. Recentemente, ele fechou uma área onde diversos vendedores ambulantes trabalhavam no centro de Pinheiro, mandou expulsar todos. Recentemente, derrubou o prédio da feira de Pinheiro sob a alegação, Deputado Edivaldo, que iria construir outra. A obra está parada. Infelizmente, o prefeito se especializou em fechar. Fechar os equipamentos públicos que serviam à população. E as TVs que apenas noticiam os desmandos que ocorrem naquela cidade estão agora sob ameaça, quando não de ameaça física aos seus jornalistas, agora sob ameaça de ter as atividades suspensas. Devia o Prefeito era se preocupar em cuidar das pessoas. Aquelas pessoas que lhe confiaram o mandato de prefeito daquela cidade. Devia o Prefeito andar mais pelas ruas dos bairros de Pinheiro, ver como as ruas estão destruídas. Devia ir lá ao Paraíso, povoado Paraíso, onde ele teve votação expressiva e ver como o povoado está abandonado, não só as ruas como as unidades básicas de saúde. Devia ir lá ao Bom Viver, onde ele também teve votação expressiva e o povo está lá decepcionado, desiludido. Devia ir lá ao Gama, o Deputado Heméterio conhece, e ver como o povo está ressentido, porque foi esquecido pelo Prefeito. Enfim, devia andar na cidade para ver como a população está decepcionada, em vez de ficar perseguindo quem ousa discordar dele. E eu nem vou citar outros desmandos ocorridos na cidade. Eu nem vou fazer referência a episódios como aquele lamentável em que uma criança chegou a óbito na porta de um hospital porque era de outro município e tinha ordem para que essa criança não fosse atendida. Eu nem vou fazer referência, porque o Deputado Fernando já o fez com competência, ao sistema de saúde pública municipal. E os hospitais estão funcionando? Quase não estão funcionando. O fato, para concluir, é que a bela cidade de Pinheiro, infelizmente, está jogada às traças, as únicas intervenções que têm naquele município são do Governo do Estado que já tem 20 km de asfalto implantado no município de Pinheiro, sem contar com o Hospital Jackson Lago. Faço um apelo para que o Prefeito repense a sua postura, trate com respeito a população. E finalizo dizendo, que a tentativa vã de fechar a televisão ligada ao ex-deputado Penaldon já de pronto fracassou. Porque no plantão desta noite a juíza Tereza Cristina Franco Palhares Nina já concedeu uma liminar proibindo o prefeito de fechar a televisão. Prefeito, deve cuidar da cidade e deve para de atentar contra a democracia e atentar contra a imprensa. Muito obrigado.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA