09/03/2020 - Pequeno Expediente Rigo Teles

Rigo Alberto Teles de Sousa

Aniversário: 08/06
Profissão: Empresário

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO RIGO TELES (sem revisão do orador) – Senhor Presidente, senhoras, senhores membros da Mesa, senhoras, senhores deputados, imprensa, galeria. Senhor Presidente, neste último final de semana, eu estive nos municípios de Barra do Corda e Grajaú. E, no último sábado, dia sete de março, no município Barra do Corda, eu vi as grandes chuvas que vêm acontecendo, na região Central do Maranhão, e o nível das águas do Rio Corda e Rio Mearim, subiu substancialmente, em torno de 5 metros. Então, aquilo já está levando, invadindo algumas casas, bares, restaurantes, dos ribeirinhos, às margens do Rio Corda e do Rio Mearim. Deputado César Pires, eu percorri um pouco do Rio Corda, do Rio Mearim, vi realmente um volume de água muito alto, já começando, as pessoas tendo que sair das suas residências, porque a água está invadindo, e a nossa preocupação é com esse volume de água, nem só tanto em Barra do Corda, que ameniza a situação, por ser uma cidade que ainda que rio está mais baixo que as casas. Mas o que acontece, a nossa preocupação vem com as cidades vizinhas, próximas, mais na frente, que esse volume d’água que, durante esses dias, sexta, sábado e domingo, ontem, em Barra do Corda, eles vão chegar lá pela cidade de Trizidela do Vale, Pedreiras, Bacabal, aproximadamente, no final da semana. Então, Senhor Presidente, eu peço aqui esta Casa, ao Governo do Estado, à Defesa Civil que comece a alertar nas cidades que vão receber esse grande volume d’água, que são as cidades de Trizidela do Vale, Bacabal, Pedreiras, principalmente. Então, com certeza, com esse volume d’água de aproximadamente cinco metros que foi o nível da água do Rio Corda e do Rio Mearim que está acontecendo em Barra do Corda, imagine mais embaixo o que vai acontecer às margens desses municípios que todos os anos sofrem com as grandes enchentes. E, Senhor Presidente, no mesmo dia, sábado, na parte da tarde, eu estive no município de Grajau. Grajaú, município este que aproximadamente uma semana atrás, até hoje, a gente vem acompanhando por meio das redes sociais o problema de Grajaú também das enchentes. O Rio Grajaú, a última vez que subiu ao nível que chegou agora foi no ano 1974, dito pelos historiadores, as pessoas que convivem até hoje, foi o volume que chegou ao nível agora. E com esse nível das águas, nós percorremos alguns bairros, inclusive o bairro Trizidela, da cidade de Grajaú, e nós vimos a realidade, a marca da água nas casas chegou ao teto de várias de casas, dezenas, centenas de casas. E a gente ficou sensibilizado com aquela causa. Nós ficamos realmente sensibilizados com as pessoas, levamos de imediato algumas cestas básicas, conversei com o prefeito Mercial Arruda onde irei levar as reivindicações ao Governo do Estado, também levar à Defesa Civil, ao Governo Federal para que possamos amenizar a situação daquelas pessoas. Mas o fato também que está me chamando muito atenção, além dos desabrigados, dos ribeirinhos da cidade de Grajaú, o fato que está me chamando mais atenção é que todas as vezes que o Rio Corda tem um nível elevado de água o que acontece lá com a cidade de Marajá do Sena, essa que é a nossa preocupação. Daqui a aproximadamente uma semana, como está chegando esse volume de água na cidade de Marajá do Sena. Então, da mesma forma, preocupado com a situação desses municípios ribeirinhos, também do Rio Grajaú. Como falei aqui do Rio Mearim, que o Rio Corda é o afluente do Mearim lá em Barra do Corda, mas o Rio Grajaú um rio que está descendo com volume muito grande de água, coisa vista no último ano de 1974, nós estamos vendo agora. E as chuvas não pararam ainda, continuam e o rio um momento baixa, depois levanta novamente, mas a nossa preocupação hoje é quando o Rio Grajaú chegar a cidade de... alguns municípios que o rio vai passar, mas principalmente o município de Marajá do Sena, essa que é a nossa maior preocupação. Então já quero aqui, Senhor Presidente, alertar as Senhoras Deputadas, os Senhores Deputados, o Governo do Estado por meio da Defesa Civil, Governo Federal, para que nós possamos verificar o que se pode fazer de imediato, de prevenção, àquele povo de Marajá do Sena. Porque, com certeza, com esse alto nível da água do Rio Grajaú, como será esses municípios que estão a frente e tão recebendo esse grande volume d’água. Então vamos alertar o Governo do Estado, como disse aqui, que juntos nós possamos, o Poder Legislativo estadual por meio da Assembleia Legislativa, o Poder Executivo por meio do Governo do Estado do Maranhão possamos levantar, por meio da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros, o que se pode fazer de imediato para amenizar a situação desse povo que vai receber esse grande volume d’água. Muito obrigado, Senhor Presidente.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA