19/03/2013 14h43

Neto Evangelista cobra do prefeito de São Luís continuidade do projeto VLT

Ribamar Santana / Agência Assembleia

icone-whatsapp
Neto Evangelista cobra do prefeito de São Luís continuidade do projeto VLT

 

O deputado Evangelista (PSDB) usou a tribuna da Assembleia, na sessão desta terça-feira (19), para cobrar do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, a continuidade do projeto Veículo Leve sob Trilhos (VLT), iniciado na administração do ex-prefeito João Castelo. “Já está próximo de completar 100 dias de governo e quem pregou, durante a campanha inteira, que ia começar a trabalhar a partir do dia 1º de janeiro de 2013, já está muito atrasado”, afirmou.

 

O deputado disse que até concorda com a decisão do prefeito Edivaldo Holanda de mudar a linha para a área Itaqui-Bacanga, e não mais do Terminal da Praia Grande até o Aeroporto, como definiu o ex-prefeito João Castelo. “Se ele decidiu que é para a área Itaqui-Bacanga, tudo bem, mas que tome uma medida emergencial. Um transporte público dessa natureza não pode ficar parado que nem ficou e ainda está, até hoje, o metrô de Salvador”, argumentou.

 

Neto Evangelista explicou que, no caso do metrô de Salvador, o prefeito ACM Neto buscou ajuda do governo do Estado da Bahia, que não é seu aliado político, e explicou para a população que se ele, enquanto prefeito, não pudesse tocar o VLT para funcionar, teria que tomar as medidas necessárias e, se fosse o caso, passar para governo do Estado. No entanto, esclareceu, “aqui em São Luís, nós ainda não olhamos nenhuma medida efetiva da administração municipal”.

 

“Eu elogio a atitude do prefeito Edivaldo na quebra do monopólio da Taguatur, na área do Itaqui-Bacanga, mas essa é uma medida paliativa, isto é, não é uma medida que vai resolver o problema do transporte público daquela região, nem estou dizendo que o VLT também vai resolver, mas vai melhorar substancialmente a vida daquela população, uma região com mais de 300 mil habitantes”, observou.

 

De acordo com Neto Evangelista, o projeto do VLT de São Luís está 90% pago e não pode ser usado de má vontade por parte da administração atual apenas por ser um projeto da administração anterior, que é adversário político do prefeito Edivaldo. “Quero deixar um recado para o prefeito Edivaldo Holanda: respeite o dinheiro público; dizer que não tem projeto é muito fácil; então que vá a empresa que estava prestando o serviço, e busque junto a essa empresa o projeto. O resto é “conversa pra boi dormir. Fica o alerta: trabalha prefeito!”, advertiu.



+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA