20/08/2013 12h11

Assembleia homenageará João Alberto e Edison Lobão com medalha

Jéssica Barros / Agência Assembleia

icone-whatsapp
Assembleia homenageará João Alberto e Edison Lobão com medalha

 

A Assembleia Legislativa aprovou, na manhã desta terça – feira (20), durante sessão plenária, dois projetos de lei de autoria do deputado Stênio Rezende (PMDB), que concedem "Medalha Manoel Bequimão” ao senador e secretário (programas especiais) João Alberto de Sousa e ao senador e ministro (Minas e Energias) Edison Lobão.


Stênio Rezende justifica as homenagens pelos serviços que João Alberto e Edson Lobão prestaram ao Maranhão e ao Brasil.


JOÃO ALBERTO DE SOUZA


João Alberto nasceu no dia 1º de outubro de 1935, em São Vicente de Ferrer, Maranhão. Formou-se em Economia pela Faculdade de Ciência Políticas e Econômicas no Rio de Janeiro em 1966. Após terminar os estudos, iniciou carreira política, sendo eleito pela primeira vez como deputado estadual (1971 – 1975). Em 1978, se candidatou e elegeu-se deputado federal, eleito para o mandato por duas vezes entre 1979 até 1987. Em 1988, licenciou-se do cargo de vice-governador e candidatou-se para a prefeitura de Bacabal e foi eleito; assumiu por poucos meses durante 1989.


Em 1998, elegeu-se senador pelo PMDB. Em 2006, foi candidato a vice–governador com Roseana Sarney, mas ela foi derrotada. Em 2009 (17 de abril), voltou a ocupar o cargo de vice-governador, após a cassação do então governador Jackson Lago, até 31 de dezembro de 2010. Nas eleições de 2010 elegeu–se novamente senador pelo MA, junto com Edison Lobão. No Senado Federal, foi eleito presidente do Conselho de Ética. Atualmente está licenciado do cargo para chefiar a Secretaria de Programas Especiais do governo Roseana Sarney, no Maranhão.


EDISON LOBÃO


Advogado com bacharelado em Direito pelo Centro de Ensino Unificado de Brasília (CEUB), Edison Lobão preferiu trabalhar como jornalista e assim foi empregado dos jornais Correio Braziliense e Última Hora, e da revista Maquis, além de ter chefiado o departamento jornalístico da Rede Globo, no Distrito Federal. Antes de optar pela política, integrou o conselho de administração da antiga Telebrasília (Telecomunicações de Brasília S/A).



É casado com a deputada federal Nice Lobão, com quem tem três filhos. Assessor do Ministério de Viação e Obras Públicas (1962), do governo do Distrito Federal (1964/1968) e do Ministério do Interior (1969/1974), foi eleito deputado federal pelo partido Arena e a seguir pelo PDS, em 1978 e 1982. Posteriormente, filiou-se ao PFL. Foi eleito em 1986 para o seu primeiro mandato de senador.

 


Nas eleições de 1990 enfrentou seu maior desafio político, quando perdeu o primeiro turno da eleição para o governo do Maranhão para o então senador João Castelo, candidato do PRN, mas venceu o segundo turno com mais de 100 mil votos de diferença. Renunciou ao mandato em 1994, com o intuito de se candidatar ao Senado, e foi eleito pela segunda vez, êxito esse repetido em 2002.



Extinto o PFL no início de 2007, Lobão passou a ser integrante da legenda Democratas, mas em seguida ingressou no PMDB, sendo nomeado ministro das Minas e Energia pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 21 de janeiro de 2008. Deixou o ministério para concorrer a mais um mandato como senador, em 2010. Foi reeleito à vaga, pelo PMDB, com 1.702.085 votos. Foi reconduzido à pasta das Minas e Energia pela presidente Dilma Rousseff.



+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA