14/06/2017 12h30

Deputado Rigo Teles afirma que FMF está perseguindo o Cordino, de Barra do Corda

Assecom/ Dep. Rigo Teles

icone-whatsapp
Deputado Rigo Teles afirma que FMF está perseguindo o Cordino, de Barra do Corda

O líder do Partido Verde (PV) na Assembleia Legislativa, deputado Rigo Teles, foi à tribuna da Casa na quarta-feira (14), para denunciar que a Federação Maranhense de Futebol (FMF), comandada pelo presidente Antônio Américo, está perseguindo e prejudicando o Cordino no Campeonato Maranhense de Futebol.

Em sua fala, Rigo Teles denunciou que com intenção de prejudicar o Cordino, a FMF marcou a segunda partida do returno entre Sampaio e Cordino para a quarta-feira (7). “Foi uma grande perseguição. No domingo (4), três dias antes, o Cordino jogou pela Série D, em Miracema do Tocantins (TO)”, afirmou.

Na ocasião, Rigo lembrou que o Cordino saiu de Miracema segunda feira (5), chegou a São Luís terça-feira (6) e entrou em campo na quarta-feira (7), para enfrentar o Sampaio, e perdeu de 4 a 1. Com isso, o Sampaio foi campeão do segundo turno e forçou uma decisão extra contra o próprio Cordino, campeão do 1º turno.

Para Rigo, era impossível o Cordino vencer o Sampaio, porque o time estava cansado da longa viagem ao Tocantins “A população de Barra do Corda está revoltada com a perseguição da FMF, que prejudica o Cordino só porque o time é do interior. Não sou contra os outros times mas isso tem que acabar”, disse.

No pronunciamento, Rigo lamentou para completar o pacote de maldade contra o Cordino,  a FMF baixou  a portaria 023/2017, marcando o jogo final do campeonato maranhense para o estádio Frei Epifânio em Imperatriz, na quinta-feira (22), obrigando o time a viajar 300 km até Imperatriz para jogar longe da torcida.

IRRESPONSABILIDADE DA FMF

A portaria 016/2017 que tirou a final do estádio Leandrão foi baixada dia 5 de abril, quatro dias depois que o Cordino conquistou o primeiro turno do Maranhense, vencendo o Imperatriz por 2 a 1 no estádio Frei Epifânio. A portaria diz que o estádio para receber o jogo da final deve ter no mínimo de 2 mil lugares.

Por outro lado, Rigo soube que nenhum item do regulamento cita  a obrigação da capacidade de dois mil lugares para  o jogo da final.  “Irresponsavelmente, a FMF mudou as regras do jogo do campeonato e jogou o Estatuto do Torcedor na lata de lixo. Só a falta a FMF entregar o título do campeonato ao Sampaio”, lamentou. 

Rigo observou que o mais curioso é que o mesmo Estádio Leandrão foi palco das decisões do 1º e 2º Turno do mesmo Campeonato. Com a decisão da FMF, o primeiro jogo das finai acontece nesta quinta-feira (15), no Estádio Castelão, em São Luís. A segunda e última partida acontecerá no dia 22, em Imperatriz.

Finalizando, Rigo prometeu continuar ajudando o Cordino e tentar reverter a situação irresponsável criada pela FMF na Justiça. “A decisão e o jogo final do campeonato tem que ser realizado no Leandrão. Os torcedores não têm condições financeiras de acompanhar o jogo do Cordino em Imperatriz”, concluiu.     



+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3798

AGÊNCIA ALEMA