13/03/2018 19h20

Bira participa de audiência sobre caso Cyrela e afirma que construtora se comportou como ré

Assecom / Dep. Bira do Pindaré

icone-whatsapp
Bira participa de audiência sobre caso Cyrela e afirma que construtora se comportou como ré

O deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) participou, nesta terça-feira (13), de uma audiência pública da Comissão de Obras e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa do Maranhão sobre os problemas vividos pelos moradores dos imóveis construídos pela Cyrela. O parlamentar destacou o assunto da tribuna e reforçou a defesa pelos direitos do consumidor maranhense. Na avaliação que fez ao final da audiência, ele afirmou que a construtora se comportou como ré, não disse nada.

O socialista lembrou que a Cyrela é uma das maiores empresas do ramo imobiliário do Brasil, está dentre as cinco maiores do país e é considerada uma gigante da construção civil.

“Ela chegou ao Maranhão com toda pujança oferecendo empreendimentos imobiliários, vendendo na planta, vendendo sonhos, e aí depois se colhe tempestade. Hoje há um drama vivido por famílias de maranhenses, aqui mesmo em São Luís, em razão de uma série de empreendimentos que está com problemas gravíssimos que já é de conhecimento público”, afirmou.

Ele acrescentou que de tão grave o caso já teve repercussão estadual e já é objeto de ações judiciais e procedimentos do Ministério Público, mas que nada parece ser suficiente para fazer a Construtora entender que precisa respeitar a população maranhense. Para Bira, é preciso respeitar que as empresas instaladas ou que investem no Maranhão para promover seus empreendimentos, compreenda que o cidadão merece respeito.

“Este estado não pode ser considerado como uma terra de muro baixo. Nós temos que unir nossas forças. A força do Ministério Público, do Poder Judiciário, a força da Assembleia Legislativa, do Governo do Estado, das prefeituras e de todos aqueles que representam o povo de alguma forma. A Cyrela não pode chegar aqui e querer passar por cima de todo mundo. Aqui não tem oposição nem situação, é um caso que unifica os maranhenses”, frisou.

O parlamentar ainda chamou atenção para o fato de que outras empresas já estão vindo para o Maranhão. É o caso da MRV, por exemplo, que já está no estado, vendendo seu empreendimento. “Então, é preciso que eles saibam que o povo maranhense está unido, que o poder público maranhense está vigilante e que não vai aceitar os desmandos de quem quer que seja. Nós temos que rever a nossa legislação porque, se tem furo na legislação, nós temos que tapar esses buracos para que o poder público tenha força necessária de fiscalizar na hora de conceder um habite-se, na hora de conceder uma autorização do Corpo de Bombeiros”, completou.

A Audiência foi presidida pelo deputado Marco Aurélio (PCdoB) e solicitada por Rogério Cafeteira.  Na Assembleia, o deputado Bira do Pindaré foi o primeiro a assinar um requerimento que propõe a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), de autoria do deputado José Inácio Sodré Rodrigues, sobre o caso Cyrela. Ao assinar, o socialista destacou que esse é um caso exige uma investigação e uma ação de todos os órgãos.

“Tudo isso tem que ser analisado para que a gente tenha a força de reagir e proteger o nosso cidadão. É uma luta que extrapola os interesses particulares de cada morador que ali adquiriu seu empreendimento, mas vai ao alcance de toda cidadania maranhense. Por isso que eu fiz questão dessa conclamação para que a gente possa realmente barrar os desmandos da Cyrela em relação aos cidadãos maranhenses”, concluiu.



+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA