05/06/2018 17h18

César Pires cobra esclarecimentos sobre ação da polícia em São Bernardo

Assecom / Dep. César Pires

icone-whatsapp

O deputado César Pires (PV) cobrou providências do governo estadual para apurar a abordagem policial feita semana passada ao prefeito de São Bernardo, João Igor Carvalho, e membros de sua equipe de administração. De acordo com o parlamentar, “foi uma ação truculenta e descabida contra um gestor municipal que estava exercendo suas atividades administrativas”.

“Mesmo sendo o prefeito da cidade, acompanhado do vice-prefeito e do secretário de Finanças, demonstrando claramente que estavam a trabalho, identificando locais para instalação de caixa d’água para atender a população, João Igor e seus auxiliares foram abordados e revistados de forma truculenta e constrangedora. É preciso que o governo estadual e o comando da Polícia Militar apurem o ocorrido e nos deem uma explicação. Não podemos aceitar tamanho desrespeito a um gestor municipal”, enfatizou César Pires.

Ao ressaltar a importância da Polícia Militar e defender que os policiais devem ser bem preparados para garantir a segurança da sociedade, César Pires afirmou ser a favor do policiamento ostensivo, como missão maior da instituição. “Mas não podemos aceitar a truculência, a abordagem que mostra força marginalizando quem não é marginal. Recorro ao comandante da PM, coronel Luongo, que tenho como homem sério e capaz, para que investigue esse tipo de ocorrência, que macula a imagem da Polícia Militar, à qual tenho a honra de pertencer”.

César Pires disse não aceitar que o prefeito e seus auxiliares tenham sido alvos dessa ação policial somente por serem adversários do grupo que comanda o Estado. “O prefeito não tem o direito de ter seus posicionamentos políticos, de permanecer do lado que sempre esteve, de pertencer ao nosso grupo político? É preciso apurar o desmando e, sobretudo, a opressão desnecessária, a medida de força incomensurável contra pessoas que sequer resistiram a qualquer tipo de abordagem”, declarou o deputado, da tribuna da Assembleia.

Ele concluiu declarando sua solidariedade ao prefeito de São Bernardo e cobrando um esclarecimento do governo e do comando da PM. “João Igor é um médico, pai de família, e não há nada na sua história política que venha macular a sua conduta. Se não apurarem os fatos e não levarem a termo a investigação para coibir esse tipo de truculência, haverá a suspeição de que esse tipo de comportamento é orientado ou permitido pelos dirigentes do Estado”, finalizou.

 


+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA