06/08/2018 11h57

“FakeNews: Identificar e Combater” é tema de minicurso ministrado na Assembleia Legislativa

Andressa Valadares / Agência Assembleia

icone-whatsapp
“FakeNews: Identificar e Combater” é tema de minicurso ministrado na Assembleia Legislativa

Profissionais das áreas da Comunicação e do Direito participam, nesta segunda (6) e terça-feira (7), do minicurso “FakeNews: Identificar e Combater”, que está acontecendo no Plenário Gervásio Santos (Plenarinho), na Assembleia Legislativa. A jornalista e mestranda em Comunicação, Aline Louise, é quem conduz a capacitação, promovida pelo Instituto Maranhense de Estudos sobre Responsabilidade Pública (Imerp).

O minicurso apresenta as principais ferramentas para combater as fake news, bem como as consequências causadas pela propagação de notícias falsas. A diretora-adjunta de Comunicação da Alema, jornalista Silvia Tereza, participou da abertura e observou a importância do tema nos dias atuais.

“É um tema do momento e a gente agradece por ser sede de um seminário tão importante, com uma profissional que se dedica, que é estudiosa, que conhece realmente a realidade da comunicação e os bastidores, como a Aline Louise. A Assembleia Legislativa só tem a agradecer ao Imerp pela iniciativa e por nos procurar para essa parceria”, disse.

Ela também enfatizou que a participação dos profissionais da comunicação é fundamental, haja vista que são eles os responsáveis por reportar a informação ao público. “Estamos aqui com vários profissionais da comunicação, que são os principais alvos, pois são eles que reportam e levam a informação. Então, toda a atenção é necessária. Tem que haver muito cuidado, em se tratando de informação, na checagem e, posteriormente, ao colocar ao público”, completou.

Os produtores de notícias falsas se aproveitam da ingenuidade e da falta de autocrítica e de checagem de informações. Uma forma de propagação é o uso de perfis falsos, que acabam alimentando as redes sociais. Assim, às vezes, até formadores de opiniões sérios reproduzem conteúdos falsos.

“A identificação de uma fake news é possível a partir de técnicas de checagem, que são técnicas de apuração jornalística conhecidas e que, no momento em que a internet possibilita a manipulação de vídeos, fotos, criação de fatos e construção de sites que produzem notícias falsas, o jornalista, e os cidadãos comuns, podem identificar como elas são produzidas e como podem ser contestadas. É esse o intuito do nosso curso, trazer mais cidadania para o campo da informação”, assinalou a jornalista Aline Louise.



+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA