05/04/2016 10h28

Grande mídia e jornalismo

Gregório Dantas Jornalista da TV Assembleia

icone-whatsapp

Hoje vou falar de Jornalismo. Não vou me ater a avaliação de Governo A, B, ou

C, muito menos ao conceito de democracia e tão pouco a partidarismos 

sectários e ultimamente violentos.

Os estudiosos sabem que a Comunicação deve ser pautada na ética e na 

responsabilidade social, sem esquecer que as teorias mais recentes 

demonstram que toda notícia é apenas uma versão dos fatos, e nunca a versão 

definitiva dos mesmos.

Nos últimos meses, a televisão brasileira assumiu um papel decisivo no 

encaminhamento da crise política no Brasil. Cobrindo todo o país, conseguiu 

arrastar multidões para as ruas em protestos contra o Governo Federal.

Entretanto, a TV esqueceu o elemento contraditório, a moderação e a 

imparcialidade, assumindo o papel de insuflar uma verdadeira convulsão social. 

Onde não são mais respeitadas ideias opostas e as diferenças são tratadas 

com violência e preconceito.

O jornalismo político brasileiro está fora de controle. A mais recente capa da 

Revista “Isto É” e a cobertura completamente desvirtuada do momento político 

feita pela grande mídia são provas cabais desse teatro absurdo.

Nas duas últimas manifestações em defesa da democracia e contra a tentativa 

de impeachment, a mídia buscou, uma vez mais, desconstruir um dos lados 

desta disputa e fortalecer o outro. Revelando a clara decisão dos grandes 

grupos de comunicação de atuar como protagonistas neste processo.

A revista “Isto É” fez pior. Colocou em sua capa uma matéria que mais parecia 

um panfleto irresponsável produzido por alguém que nunca pisou em uma 

escola de comunicação. Um texto cheio de preconceitos, ódio, com fontes 

apócrifas e nenhum dado factual.

Rasgaram completamente os livros de Teoria da Comunicação. Li e reli a 

“matéria”, não encontrei uma afirmação que possa ser levada a sério. Um texto 

cheio de ilações e afirmações sem nenhuma legitimidade e fundamento, 

carregado de senso comum. Um folhetim odioso.

O texto beira o ridículo e envergonha a categoria jornalística. Para mim, a 

grande mídia passou dos limites éticos extrapolando suas funções de informar 

e, desta forma, coloca a já frágil democracia brasileira em risco. Em tempos de 

tensão e crise, um desserviço total.



+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA