27/11/2015 12h41

Mataram Maísa

Gregório Dantas Jornalista da TV Assembleia

icone-whatsapp

Hoje o “Conjuntura” é especial. Não por motivos nobres, dignos de

comemoração e sim por uma revolta e um pedido de justiça. O texto escrito 

pela jornalista Jaqueline Heluy e reproduzido quase sete mil vezes nas redes 

sociais traduz todo este momento de comoção e dor.

Mataram Maísa, uma garotinha de seis anos, no município de Urbano Santos, 

a 262 Km de São Luís. Ela foi sequestrada, estuprada e, possivelmente, 

torturada. No domingo, a garota foi encontrada em um matagal, por alguns 

populares, em estado de choque e agonizando. 

Maísa poderia ter sido abraçada, carregada, aquecida por um lençol. Poderia 

ter recebido, naqueles últimos momentos de vida, carinho, afagos e palavras 

de conforto que pudessem acalmar o estado de choque em que se encontrava. 

Mas, a primeira reação das pessoas que encontraram a menina foi gravar um 

vídeo mostrando o seu rostinho aterrorizado e o corpo trêmulo agonizando no 

chão daquele matagal. Imediatamente foi postado em blogs e compartilhado 

em grupos de whatssapp. 

Os estupradores assassinos tiraram a vida de Maísa, mas os frios 

espectadores que filmaram o seu estado agonizante sem demonstrar nenhum 

tipo de sentimento e todos aqueles que compartilharam as imagens nas redes 

sociais também são criminosos porque feriram de morte a dignidade da menina 

e desrespeitaram a dor da sua família. 

E, para estes dois tipos de criminosos, realmente não há perdão. Que seja feita 

JUSTIÇA. É o que a sociedade espera!



+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO

Palácio Manuel Beckman - Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750

TELEFONES ÚTEIS

(98) 3269-3000 | 3269-3001

AGÊNCIA ALEMA