16/12/2021 - Discussão de Projeto Wellington do Curso Wellington do Curso

Carlos Welington

Aniversário: 27/09
Profissão: Professor e Empresário

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO WELLINGTON DO CURSO (sem revisão do orador) - Senhor Presidente, demais pares, estamos diante de uma votação importante, que é a votação do Orçamento para 2022 e trazemos algumas informações que o deputado César Pires já trouxe de forma mais detalhada e eu aproveito pra acrescentar e também fazer uma solicitação. O Orçamento está sendo votado hoje para 2022, à luz do que aconteceu em 2020 para 2021 trouxe algumas enganações, trouxe alguns erros, inclusive crime. E eu já falei isso e vou trazer pra vocês de forma mais detalhada. Na Secretaria, que é uma Secretaria pra tratar da agricultura familiar que tinha um orçamento lá, de aproximadamente cinquenta e seis milhões, passou de oitenta milhões, para beneficiar o Secretário que é candidato a deputado estadual, com ações na Secretaria que não tem nada a ver com a Secretaria. E tudo bem, tirou de outra secretaria, mas quais secretarias? Aí eu trago uma aberração ainda maior, crime fiscal, deputado Rafael Leitoa, o governador Flávio Dino pode ser responsabilizado, crime de responsabilidade, crime de improbidade administrativa. A Secretaria de Governo que tinha um Orçamento de setenta e seis milhões de reais está gastando quatrocentos e setenta e três milhões de reais, está gastando com o quê? Está gastando, e eu faço a descrição pra vocês, gastando com obras públicas para uso comum do povo, cento e sessenta e três milhões, até aí, tudo bem. Vai gastar o dinheiro do povo pra levar pra o povo, até aí tudo bem. Não está, não. A Secretaria de Governo tem como atribuição Gestão de Tecnologia, Gestão Estratégica, Apoio Administrativo, aqui não diz que a Secretaria de Governo vai cavar poço, aqui não diz que a Secretaria de Governo vai fazer praça, aqui não diz que a Secretaria de Governo vai cavar poço, aqui não diz que a Secretaria de Governo vai fazer praça, aqui não diz que a Secretaria de Governo vai gastar de R$ 76 milhões, R$ 473 milhões, quase R$ 400 milhões jogados na vala para levantar secretário, fazer campanhas de secretário, campanha eleitoreira. Cadê o Tribunal de Contas do Estado do Maranhão? Cadê o Ministério Público de Improbidade Administrativa? Meus amigos, dos R$ 76 milhões que a secretaria teria que ter, ela está gastando 4R$ 73 milhões, gastando R$ 400 milhões a mais, e saiu de onde? Saiu da educação, saiu da saúde, saiu da infraestrutura, saiu dos impostos? De onde saíram esse 400 milhões? E o desvio de finalidade? Ela tem como competência, ela tem como dever, como finalidade gestão estratégica, gestão tecnologia. Eu não acredito que aqui tem deputado que se beneficiou de obras públicas para uso comum do povo, e olha a enganação! Obras públicas para uso comum do povo. Dois: manutenção e conservação de bens e imóveis. R$ 41 milhões para conservação de bens e imóveis. Quais bens e imóveis? Que bens são esses? Demais auxílios financeiros e pessoas físicas: R$ 27 milhões. Agora começou a aparecer o auxílio? Deputado César Pires, o auxílio não estava sendo tirado do Fumacop? Deputado César, falta de transparência total. Estão tirando dinheiro da Secretaria do Governo para poder pagar auxílio, mas não era do Fumacop, do Fundo de Combate à Pobreza? Indenizações: R$ 27 milhões. Indenização de quê? Não tem transparência. A Secretaria de Governo, senhor Diego Galdino está gastando R$ 400 milhões só em 2020. Suplementou de onde, retiram de onde, o recurso vem de onde? Só tinha R$ 76 milhões e agora está com quatro vezes mais e gastando com recursos e ações que não são do seu governo, da sua gestão. Poços e açudes: cadê a Secretaria de Pesca, a de Agricultura Familiar, a de Infraestrutura? Estão cavando poço na Secretaria de Governo?! Eu vou lá fiscalizar a Secretaria do Governo e fiscalizar o Palácio, saber quantos poços foram cavados lá no Palácio! Meu amigo, que loucura! Isso aqui é loucura! Só pode. R$ 400 milhões a mais, e aí não tem dinheiro para nomear os aprovados em concurso, por isso que estou discutindo e que nós apresentamos emendas ao orçamento. Nós estamos pedindo que saia dinheiro da Secretaria de Comunicação, que sais dinheiro da Secretaria de Governo, que saia dinheiro da Casa Civil. Deputado Wellington, não tem dinheiro para nomear os 1700 aprovados? Tem. Só precisa ter prioridade, só precisa organizar. De onde vamos tirar o dinheiro para nomear os aprovados? Tirar da Comunicação. Deputado Wellington, a Secretaria de Comunicação de Flávio Dino está sendo diminuída. Não está diminuindo nada! Eram duas secretarias, Comunicação e Articulação e que agora tem R$ 108 milhões, as duas juntas. Só que o Governo separou as Secretarias. E o Governo do Estado, ao separar, continuou aumentando a Secretaria de Comunicação. É muito dinheiro para a Comunicação, é muito dinheiro para a Casa Civil, é muito dinheiro para a Secretaria de Governo que ninguém sabe para onde vai. Não tem transparência. E é por isso que apresentamos várias emendas do orçamento. Primeiro, Solicitamos ao Governo do Estado para que possa construir dois hospitais públicos veterinários. Eu não posso construir. Eu sou deputado. As minhas emendas não são pagas. Se Flávio Dino tivesse pago as emendas parlamentares de 2015 até hoje, eu destinava todos para construir um hospital veterinário em São Luís. Estamos solicitando a construção de um hospital veterinário em São Luís e um hospital veterinário em Imperatriz, construção de dois hospitais veterinários. Estamos apontando o dinheiro. O dinheiro sai de onde? É muito melhor construir um hospital veterinário em São Luís público do que gastar dinheiro no Jornal Nacional, na Globo, na Carta Capital, na Exame. É muito melhor cuidar dos nossos animais. Eles não falam, mas têm direitos. Os nossos animais não falam, mas têm direitos. O Deputado Wellington defende os animais de verdade. Eu não estou utilizando a máquina pública, rodando por aí para estar fazendo ações em nome do Governo. O pouco que eu faço é com meu recurso. O pouco que eu faço é com minha voz, é com a luta. E muitos maranhenses fazem isso voluntariamente. Muitos maranhenses sofrem, choram, se consomem em ver um cachorro abandonado, em ver um gato abandonado, em ter que comprar ração, em ter que ajudar, em ter que recolher, em ter que cuidar. E o Governo que tem tanto. Podia fazer tão pouco: retirar quinze milhões da Comunicação para construir um hospital público veterinário. Mas eu ainda hei de ser um gestor público e pode ter certeza que, na nossa gestão, daremos total apoio, total atenção, carinho, respeito àqueles que não falam, mas têm direitos. E pode ter certeza que nós faremos isso. Segunda Emenda: nós solicitamos ao Governo do Estado aquisição de 10 veículos para castramóvel. Sem politicagem, sem estar com deputado lá, dizendo que é dele, que é de fulano, é do Governo do Estado. É do povo. Política de Estado não é política de Governo, nem política de poder, nem política eleitoreira. Política de Estado funciona pelo Estado para que a população vá lá e se contemple, que seja utilizado, mas não o deputado dizer que ele é o dono, que ele que manda, que ele é que fez. Política de Estado é para o povo, é para a população, é para a periferia. Dez castramóveis, retirando de onde? Secretaria de Comunicação. Fizemos uma Emenda, também, solicitando duas mil vagas para policial militar. Nessa nossa solicitação, nós solicitamos ao Governo do Estado para que pudesse nomear dois mil policiais, os mil e setecentos e cinquenta que estão aguardando. Vou concluir, Senhor Presidente, e mais aqueles que estão sub judice e policiais civis. Retirar da Comunicação e nomear os aprovados na Polícia Militar do Estado do Maranhão. Nossa luta vai permanecer e eu tenho certeza que nós vamos tentar sensibilizar não esse governo falido, desastroso que está acabando, mas tentar sensibilizar os pré-candidatos da importância de segurança pública de verdade. E os pré-candidatos possam receber os policiais militares, os policiais civis e os aprovados em concurso para que possa nomear. Está sendo feito assim no Ceará; no Rio de Janeiro; no Mato Grosso; Rio Grande do Sul nomeou todos os aprovados e está aberto o concurso para mas quatro mil vagas para a Polícia Militar. Governador Flávio Dino, nomeie todos os aprovados do último concurso e faça um novo concurso, temos quatro mil vagas. Dê atenção à segurança. A população clama e a violência já bateu à porta da Assembleia. Mataram um subtenente do Gabinete Militar na Assembleia e assaltaram, furtaram também o carro de uma parlamentar. Governador, faça alguma coisa pela segurança pública da população. E faça alguma coisa pelos homens da segurança pública. Policiais militares, policiais civis, homens da segurança pública clamam pelo apoio do Governo do Estado. Segurança pública pede socorro. Senhor governador, nomeie os aprovados em concurso. Senhor governador construa um hospital público veterinário no Estado do Maranhão.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA