22/12/2021 - Pequeno Expediente Fábio Braga Fábio Braga

Fábio Henrique Ramos Braga

Aniversário: 19/08
Profissão: Advogado, mestre em Meio Ambiente

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO FÁBIO BRAGA (sem revisão do orador) – Senhor Presidente, Senhoras Deputadas, Senhores Deputados, todos que nos assistem e nos ouvem pela Rádio e TV Assembleia, ouvintes. O que me traz hoje aqui, primeiro, para felicitar a população do Estado do Maranhão, pelos dois próximos finais de semana, o Natal, onde como a maioria das famílias vai fazer o seu congraçamento, confraternização. E aqui já peço que seja feito da melhor maneira possível, observando a legislação e as normas sanitárias. Também no outro final de semana teremos a passagem, a troca do ano para o próximo ano onde tem uma série de eventos e boa parte desses eventos são feitos com muitas pessoas, aglomeração. De novo, eu peço que a gente observe as normas sanitárias, observe a Legislação Sanitária para que a gente possa ter um início de ano mais confortável, bem melhor, mais seguro que foram os dois últimos anos que nos antecederam com essa questão da pandemia. Então, eu faço aqui a saudação, faço a minha homenagem às famílias maranhenses, faço a minha consternação por conta das perdas que tivemos, das vidas dos maranhenses que tivemos, falo também de um Maranhão que está voltando sua economia. Está voltando a movimentar, boa parte da nossa economia, uma economia baseada na zona rural, na produção agrícola, hoje no agronegócio, na relação comercial, nos vários e vários investimentos que são feitos no Estado do Maranhão e fazem com que a produção, melhore, gere e crie renda. Temos também aqui nos últimos anos, eu ainda tenho falado muito da questão das estradas, tenho falado muito da questão dos serviços públicos, dos atendimentos, das cidades, onde as pessoas moram, do empreendedorismo, de tudo aquilo que faz parte da vida do povo maranhense. E falo isso com a certeza de que, a cada ano, nós vamos ter uma economia melhor, uma economia voltada para o ser humano que possa ter emprego e renda e dignidade para viver e para morar no Estado do Maranhão. Digo isso porque o Estado tem uma potencialidade turística imensa, tem uma produção agrícola imensa, temos um dos maiores portos do mundo. E esse porto é fundamental para nosso crescimento. Eu tenho conversado muitas vezes com os dirigentes, com o Ted Lago, que já esteve aqui nesta Casa, várias vezes, com quem me encontrei e que devo também uma visita ao Porto do Itaqui, que acho que é a joia da coroa maranhense, do nosso estado maranhense. É onde podemos fazer melhorar muito a capacidade operacional de cargas e descargas daquele porto, fazendo com que as nossas riquezas possam sair para vários e vários países e outros estados do Maranhão com o custo mais barato, haja vista que o transporte marítimo é hoje a viabilidade maior desses produtos chegarem aos grandes centros, aos grandes portos. E boa parte desses produtos se movimentando por meio do Porto, nós teremos algo em torno de 30, 40% da arrecadação do ICMS do Estado do Maranhão passando pelo Porto do Itaqui. Portanto boa parte desses meus discursos nos últimos anos foram voltados para isso: primeiro, a preservação da vida, a garantia da vida, a questão que nós passamos da pandemia, as garantia que poderíamos dar, as normas sanitárias; outra a questão das estradas no Estado do Maranhão, cada uma dela, cada reivindicação, cada informação, cada momento foram prestados. A questão hoje que nós vamos debater no último projeto desse ano, dessa legislatura, nós vamos tratar também a questão ambiental, da questão das licenças ambientais, importantíssimas para que os pequenos, médios e grandes produtores do estado do Maranhão consigam investimentos. Nós temos investimentos no banco que vai melhorar as safras dos próximos anos do pequeno, do grande e médio produtor. Esses entraves, esses serviços burocráticos que, muitas das vezes, com a pandemia foram afetados, foram dificultados, que façam que possam impossibilitar que essas pessoas possam ir aos bancos e fazer os seus empréstimos para as safras futuras. Senhor Presidente, só mais um minuto para complementar. Possam ser desburocratizados. Estamos aqui votando uma maneira mais consciente, mais rápida, mais segura para dar garantias a esses pequenos e grandes produtores do estado do Maranhão, para que possam ter a garantia de poder se habilitar junto aos órgãos, aos bancos e as instituições financeiras para que possam ter, sim, a garantia dos seus empréstimos , a garantia da compra dos seus implementos agrícolas, tudo relacionado à safra do estado do Maranhão. E é importantíssimo, senhores, que nós tenhamos essa retomada do agronegócio, nós tenhamos essa retomada do empreendedorismo, essa retomada dos investimentos no estado do Maranhão, principalmente esses investimentos que são pautados nos financiamentos, nos investimentos no estado do Maranhão. Sabemos que no nosso estado nem tudo pode colaborar através do órgão governamental, mas pode, também, através da iniciativa privada, fazendo com que haja uma criação de emprego e renda na iniciativa privada do empreendedorismo. E nossas cidades precisam disso, nossas regiões precisam desses investimentos na psicultura, na caprinocultura, na avicultura, na produção de grãos, porque, cada vez mais no estado do Maranhão, precisamos de investimentos numa série de setores que, hoje, estão ainda, de certo modo, parados e que possam ser movimentados cada vez mais, possam ser difundidos cada vez mais . Por isso, Senhor Presidente, estou aqui para dizer que o Estado do Maranhão, o povo do Maranhão precisa muito nessa retomada para que se possa garantir cada vez mais a vida dos maranhenses.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA