12/04/2022 - Pequeno Expediente César Pires César Pires

César Henrique Santos Pires

Aniversário: 13/10
Profissão: Professor

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO CÉSAR PIRES (sem revisão do orador) - Que Deus abençoe todos nós. Gente, nós estamos no Plenarinho. Ele dá eco e precisamos ter um pouco de compreensão de que debateremos as razões e as motivações que nos levaram ou que nos levarão a apoiar alguém no momento certo. Teremos espaço suficiente para isso. Senhor Presidente, eu faço aqui minhas intervenções no misto de preocupação e de busca de alternativas que possam levar a minimizar a situação dos entregadores nos casos dos Deliveries. Recentemente, acompanhando pelas redes sociais, vi inúmeros assaltos na frente dos prédios, perto das cláusulas dos prédios, o entregador ali com toda a parafernália que conduz a identificá-lo como tal e, posteriormente, os transeuntes assaltados, e das vezes até com sentimento de tranquilidade, porque denota de que aquele entregador, aquela pessoa ali supõe-se uma pessoa séria. Olhei posteriormente, algo que me chamou a atenção, na mesma clausura lá em casa eu chegando, entrada na garagem, encontrei uma moto, essa moto sem placa, nenhuma identificação, fiquei preocupado com aquela pessoa na clausura ali, para chamar alguém para poder entrar depois, ficar os dois na clausura. O sujeito ali vulnerável, dentro daquela situação, graças a Deus, não aconteceu nada, mas a moto não tinha placa, chego em casa para discutir com a minha família, minha filha diz: pai, mas tem aqui, olha, entregadores que vêm identificados, algumas empresas identificam, mandam pra você a foto do entregador e a placa da moto. Pedimos nesse dia, para poder provar que aquilo não era usual, realmente, não foi, o entregador, a empresa não mandou a foto do entregador, não mandou a placa da moto, e eu fui buscar, fiz questão de ir buscar. E confesso a vocês, que desci armado, com a arma aqui, tenho o porte de arma, sou policial, posso fazer isso, não faço apologia a arma, mas já preocupado com a situação que poderia acontecer, graças a Deus, não aconteceu, pedi ao Anderson, o nosso consultor constitucionalista, que levantasse para mim se essa prerrogativa de construir um projeto de lei ser votado e ser aprovado era da Assembleia Legislativa, no caso do estado ou podendo ser do município, está com alguma pessoa da família doente, não podemos evoluir uma discussão mais tecnicista, mas confesso a vocês que o que eu vejo aí é uma situação dessa natureza, a minha pesquisa continuou e pasmem, senhores, como diz um colega anteriormente, eles têm na verdade prerrogativas quando tem as barreiras policiais, eles passam direto nas barreiras policiais porque a pessoa imagina que ele vai fazer uma entrega e que tem que ser uma entrega rápida e não é, assim eles estão se apropriando dessa situação para passar nas barreiras às vezes armados, porque as pessoas imaginam que ali vai entregar um alimento para alguém pode ser para uma criança, para o idoso, como pode ser para qualquer um de nós e eu pergunto quanto de nós aqui não usa desse serviço, qual a vulnerabilidade que nós temos que não há na verdade uma identificação mais correta por conta desses entregadores e eu confesso que fiquei extremamente preocupado e para que eu não construísse um projeto de lei distorcido ou divorciado das matrizes legais pedi a minha consultoria, a Consultoria da Casa, que construísse esse projeto de lei para mim no campo constitucional, fica aqui o meu misto de futuro projeto de lei para evitar situações como esta e a Polícia Militar agora que todos que passam na verdade identifique, peça identificação do entregador, da empresa que está entregando, da placa da moto aqui no crachá do fulano se não nós vamos continuar nesse processo de vulnerabilidade e aí quando matar alguém dentro de uma clausura daquela, aí nós vamos aqui fazer um Minuto de Silêncio, mas antes não estamos construído nada, mas a Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão não vai passar incólume a isso, ela vai ter propositura, sim, para a gente construir essa situação. Fica aqui meu alerta. Nossos consultores vão construir ou não o projeto se não for da nossa alçada, mas fica aqui meu alerta para que possa construir ou deliberar sobre essa situação. Muito obrigado.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA