13/04/2022 - Pequeno Expediente Wellington do Curso Wellington do Curso

Carlos Welington

Aniversário: 27/09
Profissão: Professor e Empresário

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO WELLINGTON DO CURSO (sem revisão do orador) - Senhor Presidente, demais membros da Mesa, Senhoras e Senhores Deputados, internautas, telespectadores que nos acompanham por meio da TV Assembleia, o nosso mais cordial, bom dia, que Deus seja louvado, que Deus estenda suas mãos poderosas sobre o Estado do Maranhão, sobre a sua população. Trago à Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão uma carta dos policiais civis intitulada Diálogo aberto + mobilização da Polícia Civil. Após intensa mobilização dos policiais civis, a categoria foi recebida pelo Secretário de Segurança Pública do Maranhão, Coronel QOPM Sílvio Leite, pelo delegado da Secretaria de Segurança Pública, delegado Maurício Ribeiro Martins, e pelo delegado-geral da Polícia Civil, delegado Jair Paiva. Na primeira rodada de negociações sob a gestão do Governador Carlos Brandão, a comissão apresentou pauta já discutida na gestão de Flávio Dino e do Ex-secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, que não honraram, isso mesmo, senhoras e senhores, que não honraram os compromissos que foram firmados mesmo após várias reuniões. A categoria luta por melhorias no contingente e estrutura física nas delegacias, falta de materiais básicos para o bom desempenho dos profissionais de segurança, além das questões financeiras que demonstram total desvalorização. Oito anos sem avanços, tempo suficiente para sufocar a categoria e implementar um descontentamento geral. A comissão esclareceu que, mesmo com a abertura do diálogo, o cronograma de protestos continua, o diálogo permanece, mas a mobilização tem que continuar por respeito à Polícia Civil, que tem relevante valor social. Ela não será menosprezada por quem quer que seja. A Polícia Civil não é fraca, frágil e nem covarde para lutar pelos seus direitos. Representantes da Polícia Civil reclamam que foram enganados por deputados estaduais que tinham ligação com o governo, mas não trataram da pauta com seriedade, com responsabilidade. Reclamam dos ex-secretário de Segurança Pública, reclamam do Ex-governador Flávio Dino. E uma pauta que se arrasta, por muito tempo, nós trouxemos para a tribuna da Assembleia Legislativa, logo em 2015, uma indicação solicitando o reajuste para os servidores públicos do estado do Maranhão, em especial para os policiais civis. Trouxemos, novamente, em 2018, uma pauta de suma importância, uma pauta que vai com certeza valorizar os policiais civis no estado do Maranhão. Então, uma pauta que hoje está travada há muito tempo com a desculpa do diálogo, a desculpa da enganação, da embromação, da mentira ao longo do tempo, por isso estamos aqui hoje trazendo essa carta dos policiais civis que estão mobilizados com a possibilidade de greve. Continuamos na luta em defesa dos policiais civis do estado do Maranhão, em defesa da segurança pública de verdade, em defesa de uma segurança pública para a população do estado do Maranhão. Desde o início do nosso mandato, nós defendemos a segurança pública em duas vertentes: primeiro, a segurança pública do cidadão, para que o cidadão possa ter o seu direito de ir e vir sem ter o seu celular roubado, furtado. A população anda sobressaltada tanto na periferia como na zona rural, como em qualquer lugar de São Luís, nos shoppings, casas lotéricas, na porta de casa. Você tem que tomar muito cuidado na hora de entrar e sair de casa, podendo ser assaltado, ter o seu carro levado. Essa é a situação hoje em que se encontra o estado do Maranhão, com caos na segurança pública. Então, nós lutamos pela segurança pública do cidadão. A segunda vertente é sobre a qualidade de vida para o agente de segurança pública, o policial militar, o policial civil, o gente penal, para que eles tenham qualidade de vida, tenham valorização, tenham o salário digno, tenham o descanso digno, tenham uma moradia digna. Essa é a nossa luta. E uma luta pautada também na seriedade, na responsabilidade, ao longo dos últimos oito anos, pela nomeação de todos os aprovados em concurso público. Ontem nos reunimos com os aprovados em concurso público que são remanescentes do último concurso da Polícia Militar. Homens e mulheres que sonham em servir a briosa Polícia Militar, sonham em doar o seu trabalho, a sua dedicação à Polícia Militar do Estado do Maranhão. Senhor Presidente, peço só mais um minuto para que eu possa concluir, por gentileza.

O SENHOR PRESIDENTE DEPUTADO OTHELINO NETO - Peço que liberem o microfone para o Deputado Wellington.

O SENHOR DEPUTADO WELLINGTON DO CURSO - Polícia Militar do Estado do Maranhão que eu tenho o maior respeito. Polícia Militar do Estado do Maranhão que aqui na Assembleia Legislativa tem um representante. Embaixo do meu sapato, tem um coturno. Embaixo do meu terno, tem uma farda. E eu defendo a Polícia Militar do Estado do Maranhão, de praças a oficiais, todos têm o meu respeito, todos, sem exceção. E eu trato todos os soldados, cabos, sargentos, tenentes, capitães, tenentes-coronéis, todos com o devido respeito. Eu chamo de senhor. Eu trato com seriedade, trato com respeito. Tenho um carinho enorme por todos os policiais militares do Estado do Maranhão. Homens honrados, mulheres honradas que já passaram por minha sala de aula do curso Wellington. Homens honrados, mulheres honradas que eu conheci ao longo da minha vida pública, ao longo da minha carreira, ao longo da minha vida parlamentar. Então o meu respeito à Polícia Militar do Estado do Maranhão. Então fica aqui o meu carinho, respeito e defesa dos policiais civis, dos policiais militares do Estado do Maranhão e, mais uma vez, a nomeação de todos os aprovados no último concurso.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA