23/06/2022 - Pequeno Expediente Wellington do Curso Wellington do Curso

Carlos Welington

Aniversário: 27/09
Profissão: Professor e Empresário

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO WELLINGTON DO CURSO (sem revisão do orador) - Senhor Presidente, demais membros da Mesa, senhoras e senhores deputados, internautas, telespectadores que nos acompanham por meio da TV Assembleia, vou tratar rapidamente de quatro assuntos. O primeiro deles é com relação à CPI do Ferryboat. Nós já conseguimos 11 assinaturas, precisamos de mais três, no total de 14 assinaturas. Para que nós possamos criar uma CPI, precisamos de dois aspectos básicos. Primeiro, nós temos que ter o fato definido, o fato determinado, e isso nós temos, que é o caos na prestação de serviço na travessia do ferryboat. Segundo, precisamos de 14 assinaturas. 1/3 dessas assinaturas da Assembleia Legislativa, são 42 deputados, nós precisamos de 1/3, portanto, são 14 assinaturas. Nós já conseguimos, ontem, com a assinatura do Deputado Glalbert Cutrim, conseguimos a 11ª assinatura. Então está bem próximo, falta muito pouco para que nós possamos fazer a CPI do Ferryboat para encontrar as causas, os problemas e, principalmente, apresentar soluções para os problemas. É uma satisfação que vamos dar à população da Baixada que não aguenta mais. Nossa luta permanente, desde o início de nosso mandato, em defesa dos baixadeiros, na luta pela boa prestação de serviços no transporte de ferry, para que termine, para que acabe com essas filas de espera enormes, essa falta de respeito, para que o cidadão possa fazer a travessia, possa ser transportado na hora que ele chegar que tem até o suficiente. E é por isso que estamos apresentando a CPI do Ferry, já temos 11 assinaturas. Aquele deputado que não assinar pode ter certeza de que está contra a Baixada Maranhense, contra a moralidade e contra uma boa prestação de serviço de ferry no estado do Maranhão. Contamos com assinatura de todos os deputados. Senhor Presidente, ontem, nós trouxemos aqui uma denúncia que já é uma luta nossa antiga com relação às promoções, meu caro amigo, Major Bruno, meu amigo de longa data, sempre presente aqui na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão. Faço referência a esse guerreiro, a esses grandes militares na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, grande policial militar que tem nosso respeito aqui na Assembleia. Major Bruno. Ontem nós trouxemos as informações com relação às promoções de praças da Polícia Militar inclusive a relação já foi retificada, já foi alterada, já foi corrigida porque existiam várias incoerências. Uma delas é que estavam nomeando, estavam promovendo o soldado lá de Imperatriz que assassinou um médico na cidade de Imperatriz. Já foi feita a alteração, já foi feita a correção, mas estamos solicitando, inclusive na Assembleia Legislativa, por meio de requerimento, por meio de indicação, para que a Polícia Militar possa informar a relação dos militares que não entraram para a promoção e quais os motivos. Nós estamos acompanhando atentamente a promoção de praças, mas precisamos saber aqueles que não entraram e que não estão sendo promovidos e quais os motivos. Mais ainda, nós temos um projeto de lei que tramita na Assembleia acerca das promoções de praças e oficiais, para que nós tenhamos, além do nome, da identificação do policial, o critério bem definido, se é por antiguidade, se é por tempo de serviço ou se é por merecimento, principalmente por merecimento quando ocorrem os capotes, os golpes nas indicações. Nós estamos solicitando que seja feita a justificativa pela qual o policial militar foi promovido por merecimento. Precisamos ter a identificação de quais foram os motivos que levaram à promoção desse policial. Mais uma vez estamos usando a tribuna da Assembleia Legislativa parta defender a Polícia Militar e para defender praças e oficiais aqui nesta Casa. Aqui na Assembleia, tem um deputado que defende todos os dias, praças e oficiais da Polícia Militar e policiais civis, deputado atuante e um deputado que defende. Hoje a Polícia Militar tem um representante, hoje a Polícia Militar e a Polícia Civil tem um representante na Assembleia. O professor e Deputado Wellington do Curso é verdadeiramente um representante da Polícia Militar e da Polícia Civil no estado do Maranhão. Senhor Presidente, por último, já foi lida hoje a indicação de nossa autoria, Indicação nº 4.611, que solicita o cancelamento do Contrato nº 49/2021 com a Empresa Ceperj e, por conseguinte, a contratação de nova empresa para a realização do concurso da Assembleia Legislativa. Não adianta simplesmente anular a primeira etapa e fazer uma nova prova com a mesma instituição. Os candidatos inscritos, os candidatos que fizeram a prova não confiam mais na Ceperj, e é por isso que estamos fazendo de forma oficial, apresentamos aqui o requerimento para que a Assembleia Legislativa possa não só anular a primeira etapa, mas possa cancelar o contrato com a Ceperj e fazer o contrato com uma nova empresa. Tem tantas empresas renomadas no Brasil, nós temos empresas inclusive renomadas no estado do Maranhão, a própria Uema, nós temos a Sousândrade que é ligada à Universidade Federal. Então, solicitamos à Assembleia Legislativa, à Comissão de Concurso que possa apreciar o cancelamento com a Ceperj e fazer o contrato com uma nova empresa para que tenhamos moralidade, seriedade, transparência e possamos devolver a confiança para os que fizeram o concurso da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão. Professor e Deputado Wellington do Curso sempre esteve aqui, na Assembleia, diuturnamente, defendendo os aprovados em concurso, defendendo os concurseiros permanentemente, portanto, não seria diferente no concurso da Assembleia. Prova disso que apresentamos também uma indicação ao Prefeito Eduardo Braide para que possa encaminhar para a Câmara Municipal um projeto de lei para que possa alterar a Lei nº 7.000, de 13 de maio de 2022, que está estabelecendo um limite de idade de 35 anos para quem vai fazer o concurso da Guarda Municipal. Já está pacificado, já existem decisões que garantem ao cidadão fazer o concurso da Guarda Municipal em São Paulo, em outros estados, em outros municípios. Nós vamos conseguir garantir que todo e qualquer cidadão não tenha a limitação da idade. Então, candidatos ao concurso da Guarda Municipal, estamos lutando desde o princípio para que você não seja limitado, não seja prejudicado no concurso da Grada Municipal com relação à idade. Eu acredito que o Prefeito Eduardo Braide e a Câmara Municipal serão sensíveis porque é inconstitucional. Se não for resolvido, vamos ter que entrar na justiça para que possa ser alterado. Candidatos ao concurso da Guarda Municipal, aqui nesta Casa, tem um deputado que defende os concurseiros, os aprovados em concurso de verdade, não só de oportunismo, não só de última hora. Que Deus abençoe a todos. Era o que tinha para o momento, Senhor Presidente.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA