02/08/2022 - Pequeno Expediente César Pires César Pires

César Henrique Santos Pires

Aniversário: 13/10
Profissão: Professor

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO CÉSAR PIRES (sem revisão do orador) - Bom dia, Senhor Presidente, Secretários Wellington do Curso e Ciro Neto, meus pares aqui presentes, senhores da imprensa. Presidente, fiz, outro dia, como sempre todos nós fazemos, exceção os que não fazem campanha atravessando Bacabeira, Santa Rita, passei três horas e trinta e oito minutos parado na BR. Ali, eu gravei um vídeo e joguei na mídia. Alguns blogs se apropriaram disso e publicaram. Confesso que pensei que tinha emitido alternativa para a superação do problema. Ledo engano meu. Ontem recebo telefonemas e mensagens no Instagram de que a situação vem piorando. Passam- se quatro horas, e o que é pior, desorganização total na BR-135 entre Bacabeira e Santa Rita. Tudo isso por uma recomposição asfáltica que está sendo feita pelo Exército. Você é contra o progresso? Claro que não. Quantas outras não foram feitas ao longo do tempo sem os prejuízos que estão sendo dados agora ali pelo Exército? Colocam neófitos, pessoas despreparadas, soldados que não tenho a menor expertise nem orientação de como agir na trafegabilidade e empanturra de carros e o que é pior, tanto o acostamento do lado direito como as duas vias obstruídas e o acostamento do lado esquerdo também. A pergunta que não quer calar é a seguinte: e se vier uma ambulância com uma pessoa que precise de tratamento de urgência? Vão ficar pelo meio do caminho. Peca aqui o Exército, porque não bota ninguém para orientar os soldados, que ficam brincando como se ali nada estivesse acontecendo, sem conhecimento do papel que estão executando e o povo parado, e ontem continuou do mesmo jeito, me passou uma professora diz de Santa Quitéria e outra de São Bernardo. É muito difícil se fazer o progresso dessa forma que está sendo feito e olha que nós já passamos por recuperações gigantescas como foi o caso da duplicação dos reparos ali que foi feito inclusive no Campo de Perizes. Age o exército com incompetência, despreparo e sobretudo descaso com os transeuntes. Age, peca o DNIT que não toma providência nenhuma, age e peca também a PRF que deveria ser mais presente, porque aquilo já está acostumado a ver aquilo. Senhores, eu vou dizer uma coisa para vocês, é lamentável o despreparo que eu vejo ali das pessoas orientando os veículos, e o que é pior, do lado direito daqui pra lá para por completo e do lado esquerdo que vem de lá pra cá também parado, parado por completo, e eu fiquei filmando quase quinze minutos e nenhum veículo veio porque às vezes você para de um lado e o tráfego corre do lado oposto, o que não aconteceu, o que não aconteceu e nem vem acontecendo. Então, eu faço um alerta ao Exército que bote pessoas preparadas, que botem pessoas organizadas com competência, que treinem e capacitem esse povo, não foi feito para matar, não, ali foi feito pra poder evitar mortes. O DNIT deveria acompanhar mais de perto aquilo. Ou não tem a obrigação? Se você faz uma viagem que é normalmente uma hora e vinte minutos para Santa Rita você está passando cinco horas, cinco horas você está passando. Vi ambulâncias com aqueles alarmes que elas costumam utilizar, às vezes indevidamente, mas nesse caso ali devidamente, paradas, paradas, paradas. DNIT, socorro! Exército, bote pessoas capazes, PRF atua no seu mister ou então vocês vão ver daqui a pouco nós temos conhecimento que pessoas morreram dentro de uma ambulância, aí vai começar a reparar tudo, vai começar a reparar tudo. É muito difícil, gente, é preciso ter compreensão, é preciso começar a capacitar esse povo, é um soldadinho sentado com a boina na cabeça, uma máscara, um óculos escuro e uma placa de pare e nada mais, um bom papo, um telefone no ouvido e nada mais. E aí um alerta: Exército incompetente na trafegabilidade; PRF ausente; DNIT também ausente e pouco preparado para exercício da sua mister. Fica aqui o meu registro, o meu apelo, em nome de todos aqueles que trafegam na BR-135 no trecho Bacabeira/Santa Rita.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA