02/08/2022 - Pequeno Expediente Roberto Costa Roberto Costa

José Roberto Costa Santos

Aniversário: 18/03
Profissão: Administrador

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO ROBERTO COSTA (sem revisão do orador) - Senhor Presidente, Senhores Deputados, eu venho a esta tribuna, mais uma vez, trazer um assunto lá da nossa cidade de Bacabal, que nós já temos uma luta, há muito tempo, e que já travamos aqui alguns discursos em defesa da nossa população. Neste caso, é a situação que nós vivemos lá com os Residenciais Terra do Sol e José Lisboa, que foram feitos por aquele programa Minha Casa Minha Vida. Nós já denunciamos aqui já fizemos encaminhamentos para a Caixa Econômica, mostrando o número de casas que estão abandonadas, sem moradores, mas que não estão sendo disponibilizadas para a população que não tem uma moradia. Eu, inclusive, oficiei a Caixa Econômica, já estive pessoalmente fazendo levantamentos no Terra do Sol, em Bacabal, e no José Lisboa, mostrando que nós temos hoje cerca de 20% das casas completamente abandonadas, e o mais complicado de tudo isso é que essas casas abandonadas estão se desestruturando, não têm telhados, não têm portas, e nada é feito pela Caixa Econômica para atender as famílias que não têm residência. Nós temos um dos maiores déficits habitacionais do Maranhão em Bacabal, e é um absurdo nós termos casas que poderiam ser usadas por famílias que não têm um teto, famílias que vivem do aluguel, que vivem na dificuldade de pagar o aluguel, e essas casas não serem disponibilizadas. Isso é um crime contra a população. Eu venho, novamente, aqui cobrar da Caixa Econômica, porque já solicitamos para ela para que faça, oficialmente, o levantamento das casas que estão abandonadas, para que se possa dar essas casas para as famílias que não têm casa e que vivem de aluguel. Vivemos numa dificuldade hoje econômica muito grande. As famílias, os pais de famílias perderam rendas, as mães de família não estão conseguindo hoje manter o sustento, o café da manhã, o almoço e o jantar para seus familiares, e a grande maioria ainda tem que chegar ao final do mês e pagar o aluguel, mas, às vezes, não consegue pagar o aluguel e vive sendo humilhada pelos proprietários. Então, é inadmissível que, enquanto famílias vivem nessa dificuldade, vivem sem moradia, vivem morando de aluguel e tenhamos casa dentro da cidade que poderiam ser disponibilizadas para acabar com essa humilhação da população. Nós já tivemos essa semana na Caixa Econômica pedindo, mais uma vez, para que a Caixa Econômica faça este levantamento dessas casas abandonadas e que possa fazer um novo levantamento e fazer o encaminhamento de distribuir essas casas para quem não tem casa. O que acontece em muitos casos lá, inclusive, são pessoas que fizeram compra dessas casas, gente que tem 05, 07, até 10 casas e que fazem dessas casas uma forma de sobrevivência, porque alugam de forma ilegal para as pessoas que não têm casa. E a grande maioria da população fica completamente desassistida. É uma vergonha, é um absurdo, mas a nossa luta continuará e esperamos que a Caixa, ainda neste mês de agosto, possa fazer esse levantamento e devolver essas casas para a população de Bacabal que não tem uma residência, que não tem uma casa, e que possam viver dentro da dignidade. Muito obrigado, Senhor Presidente.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA