30/11/2021 - Pequeno Expediente Antônio Pereira Antônio Pereira

Antônio Pereira Filho

Aniversário: 06/02
Profissão: Médico

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO ANTÔNIO PEREIRA (sem revisão do orador) – Muito obrigado, Senhor Presidente, por essa oportunidade, que Deus continue nos abençoando, todos devemos a Ele a graça de estarmos aqui e de termos estado em Carolina naquele dia importante para aquela cidade, para as cidades circunvizinhas e para todos nós. Eu quero primeiro antes de entrar no assunto de Carolina, que eu acho importante ressaltar, fazer alguns agradecimentos aqui e algumas homenagens, mas primeiro eu quero falar sobre, Deputado Yglesio, Dr. Yglésio, sobre essa questão que Vossa Excelência, me parece que amanhã vai trazer com mais profundidade essa questão da covid que retorna com uma cepa diferente , descoberta, em primeira mão, na África, na África do Sul, mais especificamente, mas que eu deixo a cargo de Vossa Excelência, como membro da Comissão de Saúde, essa questão. Mas eu estive aqui há uma ou duas semanas, dizendo que o Governador tinha determinado e o Secretário Lula, doutor Carlos Lula, também tinha aceitado a determinação do Governador e iria transformar, Deputado Marco Aurélio, a UTI Covid de Imperatriz em uma UTI Materna para atender as mães, ali as parturientes, as gestantes, nessa questão tentando diminuir o índice de mortalidade dessas mães. Mas o que é que aconteceu? Primeiro o município fechou os seus hospitais de covid, os seus leitos de covid em Imperatriz e outros municípios circunvizinhos também que tinham começaram a ocupar, como, por exemplo, Porto Franco, pela própria diminuição dos casos de covid, a sua própria UTI, com outros casos que não eram também de covid, para não deixar ociosa a UTI daquela cidade. Então, o governo decidiu, com muita sapiência, com muita sabedoria, não inaugurar a UTI materna e transformá-la outra vez em UTI covid, em Imperatriz, visto que só tínhamos 10 leitos ali na região, em Imperatriz, que estavam atendendo toda região. Então, aquela UIT materna, que eu disse, Deputado Pastor Cavalcante, que seria um legado da UTI de covid, em Imperatriz, passa a ser outra vez UTI de covid. Vamos aguardar e, se Deus quiser, no momento devido, quando diminuir, quando arrefecer essa questão da pandemia e retornar exatamente para o legado que a covid vai deixar em termos de UTI materna em Imperatriz. E por que isso? Por que essa decisão? Porque nós temos que nos preparar. Quem se prepara sofre menos. e resolve mais. Nós estamos vendo às nossas portas, acreditamos que já entrou no Brasil, embora não oficialmente, mas acreditamos que já entrou no Brasil essa nova cepa. Nas próximas duas ou três semanas, vai começar com certeza a pipocar casos, por todo o Brasil, naturalmente iniciando ali pelo Sul e pelo Sudeste, porque são lugares de mais movimento, são mais conectadas com o resto do mundo. Nós temos que, no Maranhão, nos preparar e a cidade de Imperatriz, Deputado Marco Aurélio, Deputado Rildo, V. Ex.ª que representa muito bem aquela cidade, nós estamos já nos preparando. Portanto, a UTI outra vez foi transformada em UTI de covid, ampliando os números de leitos de UTI para atender os pacientes que, porventura, precisem dessas UTIs, em Imperatriz e na região. Está dada a explicação. Outra questão, Senhor Presidente, é a questão de Carolina. Nós estivemos neste grande programa porque eu quero aqui, outra vez, Presidente Othelino Neto, parabenizá-lo por essa ideia desse programa de levarmos a Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, levarmos conhecimentos técnicos para os novos parlamentares mirins, vereadores daquela cidade, para outras autoridades, para outras lideranças políticas, para que eles possam conhecer como realmente funciona o Legislativo. Segundo a minha maneira de pensar, isso é aproximar a Casa do Povo, que é a Assembleia, do povo verdadeiro, lá nos municípios. Eu preciso parabenizá-lo por essa ideia que o senhor teve e por ter colocado em prática esse grande programa que, se não foi um programa muito maior, porque realmente coincidiu com o período da covid, o que tem atrapalhado exatamente esses nossos deslocamentos para essas cidades que precisam conhecer o funcionamento da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão. Neste caso, em particular, fomos recebidos por uma cidade linda, gostosa, eu dizia ainda há pouco para o Deputado Yglésio que a aura de Carolina é uma aura diferente. É uma alegria estarmos ali. Quando chegamos, já sentimos a alegria no coração, é como se a nossa alma se abrisse. Eu quero agradecer ao Deputado Rildo Amaral por ter tido essa sensibilidade, essa iniciativa de pedir que fosse em Carolina, reunindo ali, no sudoeste, sul, parte do sul, sudoeste do Maranhão, as câmaras municipais, as lideranças políticas daquela região inteira, fortalecendo e engrandecendo esse evento e esse programa da Assembleia em Ação. Portanto, Deputado Rildo, muito obrigado. Muito obrigado, Deputado Othelino, colegas deputados. Peço desculpas porque lá não citei o nome de todos, porque lá o tempo era escasso, mesmo assim falei demais lá. Mas, enfim, quero parabenizar e agradecer todos os deputados e deputadas, Socorro Waquim, que estiveram lá presentes junto conosco, fortalecendo ali os nossos nomes e, especialmente, o nosso Poder Legislativo. E, finalmente, Presidente Othelino, para terminar, eu quero... Uma coisa que me deixou triste em Carolina. Eu não vi a presença do prefeito. Chamei o prefeito. Achei que ele fosse, que estivesse atrasado, mas ele acabou não aparecendo no evento. Isso pra mim, no meu ponto de vista, é um descompromisso com as instituições. Ali nós estávamos representando um Poder, onde o chefe do Poder estava presente, que era o Deputado Othelino. E eu acho que não foi cortês. No mínimo, não foi cortês o Prefeito não estar presente institucionalmente naquela nossa ação, naquela nossa reunião que tanto fortaleceu a classe política daquela região. E quero parabenizar o prefeito de Filadélfia, o David, por estar presente e representar, e outros prefeitos, também, que se fizeram presentes, como o Deoclides Macedo, que é uma distância muito maior ali, de Porto Franco, mas que estava lá presente com a gente. Então parabéns. Finalmente, eu quero aqui parabenizar pela passagem dos 100 anos de uma parente nossa. Eu digo nossa porque é parente da minha esposa, lá em Montes Altos, 100 anos de idade, Beliza Abreu Gomes. Dona Beliza é mãe de uma grande família. Tem uma história em Montes Altos. Os filhos se formaram. Formou um grande amigo meu, que era o Dr. Jerson Abreu Gomes. Dr. Jerson Abreu foi um grande médico ali na região, trabalhou em Imperatriz, trabalhou muitos anos em Açailândia, que já é falecido. Dona Beliza fez 100 anos e eu quero aqui da tribuna parabenizar a ela por essa longevidade e dizer que, no dia em que eu a parabenizei quando ela fez 100 anos, eu falei “Dona Beliza completa 100 anos e continua fazendo os melhores doces do Maranhão”. Parabéns, dona Beliza. Parabéns, Montes Altos. Parabéns a todos aqueles que reconhecem na vida da dona Beliza, um exemplo de mulher sertaneja. Muito obrigado, Senhor Presidente.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA