07/12/2021 - Grande Expediente Antônio Pereira Antônio Pereira

Antônio Pereira Filho

Aniversário: 06/02
Profissão: Médico

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO ANTÔNIO PEREIRA (sem revisão do orador) -Senhor Presidente, faz tempo que não faço o Grande Expediente. Senhor Presidente, mas estamos de volta e, desta feita, peço atenção dos colegas deputados e deputadas desta Casa, das autoridades maranhenses. E começo aqui pedindo as bençãos de Deus para todos nós. Feliz e bem-aventurado aquele que tudo coloca nas mãos do Senhor. Senhor Presidente, o motivo deste meu pronunciamento foi, na realidade, o pronunciamento que o Governador fez no último dia 29. O Governador fez esse pronunciamento, esse anúncio para toda a sociedade maranhense e para a classe política maranhense e que, Deputado Zé Inácio, para mim tem teve dois desdobramentos práticos: primeiro desdobramento, ele indicou, anunciou, confirmou sua pré-candidatura ao Senado. Isso implica que, no prazo legal, ele terá que deixar o Governo do Estado do Maranhão, entregando, portanto, para o vice. Outra questão: ele indicou e anunciou em suas redes sociais o nome do pré-candidato a Governador do Estado pelo grupo político, que é o Dr. Carlos Brandão. E já, já vou falar sobre todos os nossos colegas que têm a pretensão e se colocaram como pré-candidatos a Governador do Estado do Maranhão. Mas mais importante e de efeito prático do anuncio do Governador foi que ele deixou um espaço temporal até dia 31 de janeiro de 2022, 60 dias mais ou menos, para que nós todos do grupo, todos os pré-candidatos, inclusive Brandão, Weverton Rocha, Simplício, Felipe Camarão do PT fizessem uma reflexão para continuar, para buscar um caminho de união, ou buscando uma unidade, ou máximo de unidade possível para o grupo político para as eleições vindouras de 2022, as eleições estaduais. Dito isso, eu quero fazer um parêntese e já, já volto essas questões das indicações, fazer um parêntese da história do Governador Flávio Dino, recente, no Maranhão e da sua administração. Em 2010, o Governador Flávio Dino foi candidato a governador e perdeu a eleição para Roseana Sarney. Em 2014, o Governador Flávio Dino ganhou as eleições para o Governo do Estado, para governador e fez o seu senador, o deputado Roberto Rocha. Em 2015, Senhor Presidente, o governador assume dia primeiro de janeiro e estabelece uma nova ordem administrativa e uma nova ordem política no Estado do Maranhão. E no decorrer dos anos, nós vimos que isso é uma realidade, junto com o seu grupo, com todos a quem eu me referi e ainda vou me referir mais alguns junto com o Presidente Deputado Othelino, que está ali, estabeleceram uma nova ordem política no Estado do Maranhão. Ocupando todos os cargos, participando de outras eleições, inclusive a Presidência dessa Casa e as coisas vêm acontecendo a contento no Estado do Maranhão. Durante o seu governo no seu primeiro mandato, o Governador Flávio Dino fez uma revolução em termos de obras por esse estado, não só obras, mas serviços, mas recursos, respeitando o ser humano, melhorando a vida de cada maranhense. Mas especialmente, ele estabeleceu um método de presença dele próprio nos municípios em cada canto do Maranhão, as obras atingiram todos os rincões desse grande estado. Mas a presença física do governador, deputado Rildo Amaral, deputada Helena, foi muito importante para fazer com que a sociedade, o povo do Maranhão, se sentisse mais próximo do Executivo e, portanto, mais próximo do governo, se sentisse participativo no governo. E aí eu tenho como prova a minha própria região, a minha própria querida cidade de Imperatriz e toda a Região Tocantina, onde no seu 1º mandato, incontáveis vezes, o governador esteve lá, chegou 2018, o governador coloca seu nome para aprovação ou não do povo do Maranhão, do 1º governo, e o povo aprovou de maneira indelével, de maneira imaculada o seu nome, para continuar representando-os no Governo do Estado. Ganhou no 1º turno, e não só isso, conseguiu eleger seus dois Senadores da República também na eleição majoritária, o então deputado Weverton Rocha, eleito senador, e a Deputada Eliziane Gama, eleita senadora para o Senado Federal, para o Congresso Nacional. Demonstrando uma permissão do povo, que o povo estava dando ali para ele continuar governando. O segundo mandato imprimiu um ritmo de obras tal qual o primeiro, de visitas. Continuou visitando todo o estado, de serviços, inaugurando serviços em todo o estado, em especial na educação e na saúde. Ressalto a saúde, porque, logo depois, um ano depois do seu segundo governo, no segundo ano, no inicio do segundo ano, senhores deputados, nós tivemos que enfrentar a maior crise sanitária do mundo contemporâneo, não só no Brasil como de em todo o mundo. Deputado Yglésio é conhecedor disso que estou dizendo, que foi a pandemia, epidemia, pandemia do covid19, tão conhecida de todos nós. E, nesse item, eu quero destacar que o Governador, sua equipe e o Dr. Carlos Lula fizeram um grande trabalho pelo estado do Maranhão, resultando no reconhecimento nacional de que o estado da federação brasileira que mais se destacou e que melhor trabalhou, evitando a morte de milhares de maranhenses foi o Maranhão com o Governador Flávio Dino e com o Dr. Carlos Lula. Como nós também da Comissão de Saúde, como nós da Assemblei legislativa, que naquele momento estivemos todos ali em plantão. O Presidente Othelino ligava, colocava os projetos, apoiando o Governo do Estado e estamos vencendo esta grande pandemia da covid. Ela se reinicia. Estamos já na quarta onda. No mundo inteiro, a quarta onda está acontecendo. Mas nós estamos vencendo essa pandemia e vamos vencê-la. Mas o Governador teve muita sapiência nessa questão do Covid. Fez um grande trabalho. Já vinha fazendo grandes investimentos na área de saúde. E esses investimentos serviram, quando chegou a pandemia, para amenizar assistência médica, assistência hospitalar que foi necessária para fazer o trabalho que foi feito no estado do Maranhão. Portanto, o seu nome com a questão da covid saiu das fronteiras do Maranhão. Aliás, o nome do Governador já tinha ultrapassado as fronteiras do estado, mas aí ele ganhou notoriedade na grande imprensa nacional e também na imprensa internacional. Tornando-se um nome nacional. E eu quero, eu estou dizendo isso tudo para falar da nossa responsabilidade. E agora, senhores deputados e deputadas, faltando apenas quatro meses para o Governador entregar legalmente, porque ele vai ser candidato, ele é um pré-candidato ao Senado Federal, faltando apenas quatro meses ,ele continua com o ritmo alucinante de obras por todo o estado do Maranhão com a mesma energia com que ele começou o seu mandato. Isso precisa ser reconhecido, esse final de semana, na minha região, inaugurou muitas obras, visitou outras tantas que estão em andamento e fez compromisso que não foi promessa, foi compromisso com outras para serem feitas e realizadas na nossa região. Pois bem, retorno ao dia 29, o dia do anúncio do Governador quando ele se colocou oficialmente diante da sociedade, da classe política como pré-candidato a senador e anunciou o seu nome escolhido para ser pré-candidato ao Governo do Estado, que foi o nome do Dr. Brandão. Eu acredito que o Governador tenha feito isso de caso pensado, que tenha pensado e refletido muito para fazer essa escolha, porque ele sabe que tudo isso pode implicar no seu futuro político e o que eu vou falar agora é a minha reflexão, é o meu pensamento, é o que penso a respeito, eu acredito que o Governador Flávio Dino, Deputado Paulo Neto e Deputada Helena, será a grande liderança da esquerda no Brasil, porque acredito que ele será Senador da República, eleito pelo povo do Maranhão, pelo reconhecimento, por tudo o que ele fez e tem feito por esse Estado, e quando senador, Deputado César Pires, analisando o Congresso e o Senado, especialmente o Senado Federal, hoje, 81 senadores, não pude ver, vislumbrar nem um senador que tenha mais capacidade técnica, teórica e de conhecimento e de excepcionalidade e de excelência, que tem o governador Flávio Dino, especialmente, depois de 7 anos diante do Governo do Estado do Maranhão, que é uma questão prática. É um homem que tem uma inteligência acima da média, isso é reconhecido por todos nós e que fez a grande universidade, que é sentar em uma cadeira do governador e se sair meritosamente como se saiu. Eu acredito que o Governador Flávio Dino será Senador da República e quando senador será a maior liderança política da esquerda, no Brasil, com respeito a todos os nomes dos partidos de esquerda no Brasil, por tudo isso que estou falando aqui. E aí o seu voo será nacional, e aí não vejo, não vislumbro, não antevejo, olhando para a frente, erguendo a cabeça, o Governador Flávio Dino voltando ou retornando, senhores deputados e deputadas, para o Estado do Maranhão para ser candidato, por exemplo, a governador, outra vez. Pelo contrário, eu vejo que nós, maranhenses, estamos dando, como já damos no passado, como damos, por exemplo, o Presidente Sarney de presente para o Brasil e para a o mundo, estamos dando outro grande homem, que é o Governador Flávio Dino para nos representar em nível de Brasil e em nível de mundo. Tudo isso é para voltar exatamente aquilo que falei no início, porque, deputado Yglésio, Vossa Excelência também deve ter tido ou estar tendo, Deputado Othelino Neto, acesso às pesquisas qualitativas no estado do Maranhão. E o que a sociedade diz ali naquelas pesquisas, revela nas pesquisas é que ela quer que o nosso grupo político continue unido, que nós, outra vez, nos reunamos, porque ela está satisfeita com os resultados que esse grupo político tem feito pelo Estado do Maranhão. E aqueles que não compreenderem isso podem pagar, no futuro próximo, para a sociedade aquilo que nós políticos não gostamos, que é ficar alijado do processo político. Nós temos que ter responsabilidade, numa reflexão consciente, de saber o que o povo do Maranhão quer. Nós temos quatro pré-candidatos a governador neste grupo político, todos com grandes qualidades. Quero aqui ressaltar: nós temos o Brandão, o Carlos Brandão; nós temos o senador Weverton Rocha, homem corajoso, destemido, que tem uma história também pelo Maranhão; nós temos o Felipe Camarão, jovem, uma surpresa agradável, potencial muito grande que tem muito ainda para fazer por esse estado; e nós temos o Simplício, que tem feito também um grande trabalho na Secretaria de Indústria e Comércio pelo Estado do Maranhão. Nós temos homens também como o Josimar, que é capaz também de nos representar. Não posso deixar de falar nele, porque eu sou uma pessoa justa. Mas eu estou falando hoje dos 4 candidatos que estavam disputando pelo grupo. E, quando o Governador, imagino eu, escolheu o Carlos Brandão como nome, ele escolheu por alguns motivos. Talvez o principal motivo, Deputado Zé Inácio, Deputado Rildo Amaral, talvez o principal motivo da escolha do nome do Carlos Brandão tenha sido exatamente não só pela história que ele tem, como um homem público, como um homem público que ocupou diversos cargos, inclusive cargos de mandatário dado pelo povo, mas, principalmente, porque ele é Vice-Governador. O Governador saindo, ele tem que assumir e, sendo governador, ele não tem outra opção política, porque a lei não permite que ele seja candidato estatual. A lei não permite que ele seja deputado federal. A lei não permite que ele seja candidato a senador. A lei não permite que ele seja candidato a vice-governador. A lei só permite que o Carlos Brandão seja candidato a governador. E é assim a nossa lei, é assim a nossa Constituição. E por tudo aquilo que ele contribuiu com o grupo político, com a sociedade maranhense e com o povo, eu acredito que isso foi um ponto principal. Talvez o que mais tenha pesado na consciência do Governador Flávio Dino para que ele possa ter escolhido o nome do Carlos Brandão para nos representar como candidato a governador nas próximas eleições. Não foi em detrimento, ou por incapacidade, ou por questões pessoais em relação aos outros pré-candidatos a governador no Estado do Maranhão do nosso grupo, não. Todos têm como eu aqui já disse, repetindo, capacidade e suficiente no trabalho prestado pelo Estado do Maranhão. Mas nós temos que reconhecer tudo isso e eu quero para terminar as minhas palavras, eu quero dizer, Senhores Deputados, prestem atenção no que vou falar: os princípios do homem público, o primeiro princípio do homem público é o compromisso com o povo, com a sociedade que ele representa. O segundo princípio do homem público, o segundo princípio diz a Ciência Política, Bráulio, que é o compromisso com o grupo político do qual ele faz parte. E o terceiro princípio é com seu interesse pessoal. Eu sou deputado estadual, posso querer ser deputado federal, posso querer ser senador, posso querer ser governador. É normal, natural, legítimo na política. Agora, o meu interesse pessoal, nunca jamais pode ser maior do que interesse do grupo político e muito menos, maior do que o interesse do povo. E nós que temos que seguir, deputado Zé Inácio, esse princípio que norteia o homem público e nós não temos o direito num projeto que está dando certo tanto para o Maranhão colocarmos em risco o futuro desse projeto, porque o nosso projeto não pode ser apenas de 8 anos os dois mandatos do Governador Flávio Dino. Nosso projeto precisa ser de muito mais anos pelo Maranhão porque as necessidades do Maranhão não cessaram, não acabaram em apenas em 8 anos. Temos ainda muito a contribuir. Eu, na minha idade, sinto que posso contribuir muito ainda com o povo do Maranhão, imagina esses jovens políticos. E aqui eu quero citar algumas lideranças para terminar o meu pronunciamento, eu quero citar algumas lideranças, começando pelo Presidente dessa Casa, que tem que ter muita responsabilidade com essa questão na unidade deste grupo, eu quero citar a responsabilidade do Senador Weverton Rocha, eu quero citar a responsabilidade do Presidente da FAMEM, Erlânio Xavier, que é um grande presidente, é um grande prefeito, eu quero citar os presidentes dos partidos, especialmente os deputados federais, com a responsabilidade para povo do Maranhão, nós não temos o direito de atrapalhar um projeto que está dando tão certo, um projeto meritoso, não está dando certo, está dando muito, muito certo e nós temos que ter a consciência de ouvirmos o chamamento do povo, e o que o povo diz por meio das pesquisas qualitativas é que querem que o grupo continue unido, deputado Zé Inácio, V. Exa. como líder do governo sabe disso, o povo clama pela nossa união, e nós temos seguir aquilo que o povo quer, aquilo que o povo pede, nós temos que fazer esse compromisso diante da sociedade, esqueçamos por um momento, atrasemos um pouco os nossos projetos políticos, coloquemos de lado um pouco os nossos sonhos, todos alcançarão esses sonhos, quando se pede para alguém não ser candidato agora, não significa para ele não ser candidato nunca, não, em absoluto, é apenas dar algum tempo para que haja a maturação desse projeto e as coisas acontecerem com naturalidade, portanto, termino o meu pronunciamento conclamando todos desse grupo junto com o povo do Maranhão, para que nós possamos continuar a fazer esse grande trabalho, eu quero agradecer ao Comandante-Geral desse grupo, o Governador Flávio Dino, eu quero agradecer aos nossos Senadores Eliziane, Weverton Rocha, o Presidente Othelino, o Erlânio, Presidente da FAMEM. Quero chamá-los que, quando chegarem em casa, colocarem a cabeça no travesseiro em sã consciência, que Deus dê sabedoria, coloque sabedoria a sua testa, para que eles possam continuar representando o povo do Maranhão. E que nós, nessa reflexão, possamos saber o que é melhor para o Estado do Maranhão. Parabéns, Governador Flávio Dino. A sociedade esperava esse anúncio. A classe política espera esse anúncio. E o senhor escolheu um grande nome que é o nome do Carlos Brandão, mas não em detrimento aos outros; muito pelo contrário, fortalecendo esse grande grupo político para darmos continuidade ao trabalho ora iniciado lá atrás e que precisa ser feito ainda muito pela frente. Muito obrigado e obrigado pela oportunidade.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA