09/12/2021 - Pequeno Expediente Dr. Yglésio Yglésio Moyses

Yglésio Moyses

Aniversário: 19/09
Profissão: Médico

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO DR. YGLÉSIO (sem revisão do orador) – Bom dia a todos e a todas! Subo a esta tribuna hoje para tratar de alguns temas importantes. Ontem nós começamos a distribuição de pescados tanto na Ilha de São Luís quanto envio também para municípios do interior do Maranhão com recurso da nossa Emenda Parlamentar do presente ano, foram adquiridas 50 toneladas de pescado. Esse pescado ontem começou a ser distribuído, nós iniciamos o dia na Liberdade depois fomos a Alemanha, depois ao Araçagi, em seguida, nós fomos ao Residencial Jomar Moraes e a Vila Isabel Cafeteira, então, certamente, nós atendemos ontem milhares de pessoas com o que nós distribuímos. E é um momento importante porque muitas vezes as pessoas criticam essas políticas de segurança alimentar, de distribuição de cesta básica, pescado. As pessoas deixam de entender muitas vezes que o Maranhão é um Estado que tem praticamente 77% da população ganhando até um salário mínimo. Quem está pagando hoje 120 reais num botijão de gás sente falta de proteína ao final do dia na sua residência junto à sua família. Então chaga a uma situação que se cria muitas vezes até tumulto mesmo havendo peixe suficiente para diante do que a gente dimensiona de senhas naquela região, mas chega até ter confusão mesmo porque as pessoas estão num momento de muita necessidade. E isso é digno de nota e não de ser repudiada de ação, infelizmente, a gente percebe que nas redes sociais ainda tem muitas pessoas que são distantes da realidade, terminam ainda tendo coragem de criticar. Bem, nós vivemos numa democracia. As pessoas podem ter a sua opinião, mas fica aqui o nosso registro da nossa visão sobre o tema. Em relação ao Jomar Moraes e também ao Olho D’Água, que nós passamos ontem para fazermos uma visita ao nosso amigo Antônio Otavio na casa dele. Foi aniversário dele, inclusive, de Bom Jardim. Nós tivemos a tristeza nas duas localidades em ver que a Prefeitura de São Luís, até hoje... Desde a primeira metade de novembro, foram solicitados reparos de iluminação no local. Por exemplo, Jomar Moraes, uma área no Parque Timbiras extremamente insalubre aquela região, do ponto de vista de iluminação. Moram ali cinco mil famílias. É muito grande o residencial. São dezenas de blocos de apartamentos. E até hoje não foi feita a iluminação do entorno. As pessoas vivem ali chegando às suas casas com medo. E a gente liga para o Secretário de Obras, e o que é que ele faz? Ele pede um localizador. Infelizmente ele não conhece a cidade de São Luís ainda. É uma boa pessoa, diga-se de passagem, o Secretário Davi, mas do ponto de vista de operacionalização, muitíssimo lento. E parece que tem sido assim na gestão de Eduardo Braide, lamentavelmente. A gente votou nele. Ajudei. Cheguei inclusive a ir a debates com Eduardo Braide para ajudar no segundo turno; e hoje está aqui, não tem uma resposta de um secretário tanto na ação, no caso da Secretaria de Obras, quanto na questão da recepção do pedido de uma reunião. Desde o dia 23 de novembro, nós protocolamos um pedido de uma reunião formal na Prefeitura para tratar do Nhozinho Santos, por exemplo, que está sem iluminação desde a época do Edivaldo Holanda, que fez uma reforma e não fez a iluminação do estádio. E está aí, vai começar o campeonato maranhense com jogador começando três e meia da tarde partida, iniciando o aquecimento duas da tarde. Ou seja, piora o desempenho, aumenta o risco de lesão. Os clubes, que já têm dificuldade financeira, correm o risco de perder seus jogadores por conta de condições; e a Prefeitura não resolve. Ou seja, precisa que esse time que o Eduardo Braide montou, que a maioria estão sendo secretários pela primeira vez na vida, sem experiência, respeite os representantes do povo, inclusive das grandes torcidas de São Luís. Não tem motivo para não receber para tratar de Nhozinho Santos. Já falei na sessão passada, não venham para cá para pedir dinheiro para prefeito nem obra, nem nada nesse sentido. Agora eu peço respeito com as demandas da população do Jomar Moraes, o pessoal lá do Olho D´Água, na região do Limoeiros Bar, que está chegando no escuro nas suas casas, até hoje eles estão chegando. Todo mundo paga taxa de iluminação pública e não tem resposta. Então vamos dar resposta a essas pessoas, porque chega de desrespeito com a classe política e, principalmente, com a população. Em relação ao que aconteceu em Bom Jardim no final de semana, na segunda-feira, na verdade, o assalto que chegou até lá. Os assaltantes estavam fortemente armados e fizeram moradores inclusive de escudo humano. O 7º Batalha de Polícia de Pindaré foi acionado para lá, lentidão na resposta da Polícia Militar. Até o momento, ninguém foi preso e a gerência também não informou se teve quantia roubada, quanto foi, o que não foi. Extremamente nebuloso, Deputado Ariston, essa questão do assalto em Bom Jardim. E, por falar em Bom Jardim, recebo constantemente reclamações dos professores da cidade de Bom Jardim em relação à gestão da Prefeita Cristiane Varão, pressão por parte dos familiares da Prefeita que dominam a cidade, falta de repasse de recurso do FUNDEB, um verdadeiro desrespeito com os professores. E outra reclamação ainda em relação ao FUNDEB foi do município de Cantanhede, o Prefeito Cabão, para variar, recebemos uma denúncia de recursos do FUNDEB, da ordem aqui de R$ 18.528.446,51 (dezoito milhões, quinhentos e vinte e oito mil, quatrocentos e quarenta e seis mil reais e cinquenta e um centavo), teriam sido esses recursos desviados para 03 contas, isso aqui a gente vai mandar para o Ministério Público tomar ciência e, eventualmente, abrir um procedimento de investigação. R$1.200.000,00 (Um milhão e 200 mil) para conta 896/4, da Caixa Econômica Federal, na Avenida Manoel Monteiro, em Goiás, em nome da empresa Jacó Gestão Empresarial, de propriedade de Bruno Jacó Silva. R$ 2.520.580,00 (dois milhões, quinhentos e vinte mil, quinhentos e oitenta reais) desviados para outra conta a 21.115-0 da Caixa Econômica em Brasília, na Asa Sul, em nome de Marcio ....., R$ 14.618.003,85(Quatorze milhões, seiscentos e dezoito mil, três reais e oitenta e cinco centavos) desviado para a conta 36263, agência 975, da Caixa também na Asa Sul, em nome de Marta Bortolotto Cademartori, recurso do FUNDEB isso aqui, precatório do FUNDEB, isso aqui era para ter sido FUNDEB, FUNDEB, era para ter sido rateado 60% para os professores, e ao que parece desapareceu das contas, cadê, Cabão, o dinheiro que era pra ser dado...

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA