15/12/2021 - Grande Expediente Vinícius Louro Vinicius Louro

Vinicius Louro

Aniversário: 24/01
Profissão: Empresário

Discurso - download do áudio



O SENHOR DEPUTADO VINÍCIUS LOURO (sem revisão do orador) – Senhor Presidente, senhoras e senhores deputados, membros da galeria, internautas, telespectadores da TV Assembleia. Senhor Presidente, hoje para mim é um dia de muita alegria, de felicidades. Primeiro porque agora, dia 12 de dezembro, foi aniversário da minha querida mãe, Antônia Adelaide. E, de já, aqui, lhe desejar muitos anos de vida, muita saúde, muita paz, muito sucesso. Uma mulher guerreira, batalhadora. Aqui muitos deputados a conhecem, como o Deputado Arnaldo Melo, Deputado Hélio Soares. E eu tenho muito orgulho de ser filho dessa grande mulher. Então parabéns, mãe, por mais um ano de vida. Senhor Presidente, e também para falar um pouco, agora no mês de dezembro, que é um momento em que se encerra o ano, de muitas comemorações. Primeiro, eu tenho aqui que parabenizar o senhor Barbosa, do Rancho 10, que, no último sábado, dia 11 de dezembro de 2021, aconteceu a confraternização dos quartistas do Maranhão, na qual, além do objetivo da mesma, foram discutidos rumos das atividades do agronegócio, que gera emprego e renda, criação dos cavalos quarto de milha para vaquejada e tambor. Onde aqui também nós temos o Deputado Neto Evangelista, que é esportista do tambor aqui no Maranhão. Dizendo ele, um bom esportista. E vários outros assuntos. A confraternização, que teve apoio de grandes empresas do Nordeste, como o grupo Parvi, Toyolex e Mardisa, AGRO, produtos Maratá e vários pesos pesados da criação e representantes de entidades representativas do quarto de milha, tais como os anfitriões, o senhor Barbosa, do Rancho 10. A quem eu quero aqui lhe parabenizar pela grande realização desse evento muito organizado onde foram mostrados várias matrizes e filhos de grandes representantes do Eternaldo, Rolanjack e outras raças aí do quarto de milha, grandes nomes da Vaquejada. Como também Ruan Lima do Haras São Luís, o senhor Wilson, onde, desde já, eu quero agradecer aqui pelo convite do WBC Ranche um grande homem, seu Wilson que quando eu comecei o Esporte de Vaquejada foi um dos tanto ele como o seu Louro Cheiro Verde uma das pessoas que me ensinaram como conduzir a compra do Equino, os animais que estavam ali correndo. Tanto também como a linhagem e foi muito importante, agradeço aqui o seu Wilson, o Paulo Maratá, o dono do Parque Maratá, de Trizidela do Vale, que é a mais tradicional Vaquejada do Estado do Maranhão, onde a gente sempre está presente dando apoio e suporte. Também presente o Geovane, um grande vaqueiro, a lenda da Vaquejada, para quem conhece o Esporte de Vaquejada do Maranhão já ouviu falar desse grande homem que estava lá presente também e hoje que é o pai tanto do Vitor Raiara como o Geovane, que hoje é um dos maiores vaqueiros do Nordeste, do Parque Raiara. E o Raelson Cavalcante do Haras RCR e Diretor da FAEM, Federação dos Esportes Equestres do Maranhão que conduziu a cerimônia de apresentação do evento e várias personalidades do segundo esporte mais rentável do país, a Vaquejada. Como também aqui eu não poderia deixar de saudar e parabenizar pela presença dos animais esse grande homem, que é o juvenil do Haras Manoel Mendes como também do Haras Sã, seu Solano Rodrigues. Então foi um grande evento trazendo aí uma linhagem do Quarto de Milha Maranhense, esses animais que são criados aqui no Estado do Maranhão e realmente foram ali apresentados grandes exclusividades que irão para o leilão no próximo ano. Então, parabéns, senhor Barbosa e parabéns a todos que estavam ali presentes. Mas, senhor Presidente, senhoras e senhores Deputados, galeria, eu não poderia deixar aqui agora de falar da vaquejada em si, é momento de alegria, um momento onde agora no último final de semana teve a 3ª Grande Vaquejada do Parque João e Maria e para mim antes de falar e explanar um pouco aqui, eu gostaria que todos os Deputados e o senhor Presidente observasse um pouco o que é o esporte de vaquejada, porque se hoje eu venho aqui de modo emocionado, de forma feliz, aqui essa minha felicidade dentro do esporte de vaquejada representa milhões de nordestinos que gostam de esporte de vaquejada. E aí vocês vão entender por que estão aqui estes dois troféus que foram adquiridos agora pela luta e o trabalho de dois parceiros ali Jessy Pereira e Vinícius Louro, a busca da competição e ali tiramos dentro dos profissionais do Brasil a segunda e a terceira vaga. Então, gostaria que rodasse o vídeo para sair no telão. (exibição de vídeo). Enfim, isso aí foi um pouco da emoção entre os competidores, os vaqueiros, o bate-esteira, desde a classificação. Para vocês terem noção, nós fizemos dois kits, cada com duas senhas, o que representa quatro bois. Entramos com três senhas, então, só para classificar, foram doze bois colocados. Valeu boi direto. E aqui como vocês puderam ver, foram seis rodadas. Onde quem conhece aqui o bovino entende o peso daqueles aberdeen ali, são 700 kg de carnes, aproximadamente. Então imagine ali a habilidade do vaqueiro, da parceria, onde precisa ali, todos correrem e colocar o boi, numa faixa de 8 a 9 m. Mas, enfim, quero aqui parabenizar dentro dessa grande organização da Terceira Grande Vaquejada do Parque João e Maria o meu amigo Egiglelson , o Mazinho, do Frigorífero HS, que foi um dos doadores de gado dessa edição da vaquejada do João e Maria. Parabenizar de coração Egiglelson pela organização, pelo tratamento junto aos visitantes; a vaqueirama, classe vaqueira que estive ali presente; como também quero parabenizar todos os trabalhadores, os juízes, locutores, calouros, curraleiros, seguranças, policiais, bombeiros, os veterinários que estiveram ali, como o juiz do bem-estar animal. E quero aqui parabenizar também os vaqueiros, tratadores, vendedores ambulantes, porque, quando eu trago esporte de vaquejada, além da nossa cultura que é esse grande esporte, é porque gera emprego e renda para todo o estado do Maranhão. Teve ali presença de vários deputados, como Deputado Wellington do Curso, Deputada Thaiza Hortegal, que puderam acompanhar o comércio realmente que tem do esporte de vaquejada. Só no evento teve um show para mais de 8 mil pessoas, onde foram comercializados, bebidas, alimentos. E aquilo ali é o que fomenta aquelas pessoas de baixa renda, que precisam também do esporte de vaquejada. E isso é o que venho sempre lutar aqui no estado do Maranhão, para que seja valorizado esse esporte, essa cultura, porque gera emprego e renda em torno do nosso estado. Temos que aí chamar a atenção do Poder Executivo para que possa incentivar, que possa apoiar, porque realmente é uma forma também de gerar emprego e renda justamente pelo suor e dedicação de cada trabalhador que ali está. E não poderia deixar de parabenizar esse grande vaqueiro, que é o Gerson Pereira. Gerson Pereira já é ganhador de vários prêmios. Ali ele, montando na cigana Belaize, e eu, montado no Suga Garoto, ganhamos essa edição, segundo e terceiro lugar. Porque já não é fácil ganhar uma vaga, imagine você sair e ganhar duas correndo mais de 28 bois. Então parabéns, Gerson Pereira, pela dedicação, pelo entusiasmo, pela perseverança. Gerson Pereira saiu contundido de outros eventos, mas o momento de superação mostra aí que o vaqueiro estar em ordem para realmente colocar os bois no chão. E quero aqui também parabenizar, além de Gerson Pereira, a sua esposa, Eduarda, e o Gabriel, de menor, que é o nosso tratador, fazendo parte da equipe do Haras VL, da cidade de Peritoró. Quero agradecer também ao amigo Gustavo Jardim e ao vaqueiro Marcelo Murta, que depois da Cigana, da nossa égua ter cansado do aro, Eternaly Apolo Jet, para que a gente pudesse concluir a vaquejada. Quero agradecer também o Acliciano pelo cavalo Pokémon, de esteira, que fez ali que a gente pudesse também ter sucesso e êxito nesse grande evento. Mas, enfim, minha gente, é um momento de alegria, é um momento de felicidade. Neto Evangelista, que aqui é competidor do tambor, quando ele chega ali na marca do décimo lugar, ele já vem com a alegria, vem com aquela disposição, aquela forma ali que você sabe que quem compete, deputado Neto Evangelista, quando chega a ganhar o prêmio, o troféu, ele vem ali feliz, contente, alegre e realizado.

O SENHOR DEPUTADO NETO EVANGELISTA (aparte) - Deputado Vinícius, só para uma questão de correção e justiça, o último campeonato que o deputado que vos fala aqui, terminou em 1º lugar.

O SENHOR DEPUTADO VINÍCIUS LOURO – Quero parabenizá-lo aqui, uma salva de palmas para o deputado Neto Evangelista, que também é competidor das corridas equestres, do tambor. E o Neto sabe realmente a nossa alegria, que nós estamos hoje aqui falando do esporte de vaquejada, da adrenalina na competição. E hoje o esporte de vaquejada vem crescendo mais ainda, as comercializações dos equinos vêm se restabelecendo mais ainda, porque o Maranhão hoje traz uma grande genética, e essa genética está sendo comercializada para todo o Brasil. Então, parabéns a todos os criadores do equino do estado do Maranhão, parabéns a todos os donos de parques do estado do Maranhão, parabéns a toda vaqueirama, desde o menor ao maior, e principalmente, essas pessoas que estão na linha de frente como falei, os profissionais da vaquejada, o locutor, juiz, curraleiros, caleiros, os tratadores, os vaqueiros, enfim, a todas as pessoas que são envolvidas dentro do esporte de vaquejada. Só para vocês terem noção, hoje a indústria, deputado Roberto Costa, da ração, a indústria do soro, dos produtos de suplementação, ela é uma indústria muito rica, uma indústria muito cara, que sobrevive por meio do quarto de milha, e isso nós temos que também levar em consideração. Então, aqui quero agradecer a presença dos deputados que estiveram ali prestigiando, que estiveram ali observando a importância da vaquejada, onde eu quero aqui convidar vocês, também outros deputados que possam participar nas vaquejadas no Maranhão afora pra vocês verem como rica, ali, gerando emprego e renda para todo o estado do Maranhão. Eu aqui represento uma classe, eu aqui represento essas pessoas que são amantes do esporte de vaquejada no estado do Maranhão, aqui também agradeço pelo carinho, agradeço pelo apoio, agradeço pelo acolhimento, onde nós chegamos ali em cada vaquejada, são as pessoas ali nos recebendo de forma carinhosa, são as pessoas ali nos recebendo com fotos, selfies e ali mostra realmente o carinho que a gente tem e o grande parlamentar que tem aqui na Assembleia Legislativa, representando essa classe, que é a classe vaqueira aqui no estado do Maranhão na Assembleia Legislativa. Continuarei defendendo e vou estar sempre ao lado da vaquejada porque sei que é muito importante sendo o segundo maior esporte do Brasil, mais rentável, tirando o futebol, hoje a vaquejada é o segundo esporte do Brasil que é mais rentável, gerando mais de seiscentos mil empregos diretos e indiretamente, e isso é muito importante. Muito obrigado, Senhor Presidente.

O SENHOR DEPUTADO WELLINGTON DO CURSO – Deputado Vinícius Louro, deputado Wellington do Curso.

O SENHOR DEPUTADO VINÍCIUS LOURO - Pois não, deputado Wellington do Curso.

O SENHOR DEPUTADO WELLINGTON DO CURSO (aparte) - Deputado Vinícius, primeiro quero parabenizar V. Exa. por trazer um tema de suma importância para esta Casa e principalmente o tema do sertanejo, tema do homem do campo, tema do vaqueiro, do homem da roça. E aí diante de tantas dificuldades, de tantos problemas que a população brasileira enfrenta, e principalmente, no interior do estado pela falta de geração de emprego, pela falta de renda e muitos produtores rurais, muitos fazendeiros, pequenos agricultores passam por essa dificuldade. E veio um esporte, chamou a atenção do interior, chamou a atenção das pequenas cidades do interior do Nordeste, do interior do estado. Eu conheço V. Ex.ª muito antes de ser deputado, nem éramos deputados ainda e muitas vaquejadas que frequentávamos, vaquejadas que visitávamos. V. Ex.ª já tinha uma atuação, naquele momento, de patrocinar, de participar e hoje, de forma mais efetiva, como parlamentar, como deputado estadual, trouxe para a Assembleia Legislativa essa veia, esse cume, essa defesa. E é tão bonito de ver, Deputado Vinícius Louro, que, em determinados locais, a gente chega e vê a forma carinhosa como V. Ex.ª é recebido, a forma carinhosa como V. Ex.ª é reconhecido pelos vaqueiros, por todos aqueles que estão no dia a dia, não só aquele que é dono de um cavalo, aquele que é dono de um haras, aquele que tem um poder aquisitivo maior, mas também aquele que tem o poder aquisitivo mais baixo, aquele que se utiliza das vaquejadas para levar o pão de cada dia para casa, levar o seu sustento, aquele que está vendendo churrasquinho, aquele que está vendendo aquela cervejinha gelada, aquele que está vendendo aquela caipirinha, aquele que está vendendo os adereços, está vendendo chapéu, está vendendo os brindes, enfim, é todo uma cadeia produtiva que está por trás da vaquejada. Então, V. Ex.ª, quando faz isso, faz com orgulho e traz, para a tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, troféu, medalha e o reconhecimento, não como forma de vaidade para querer se aparecer, mas de forma orgulhosa, de ter o orgulho de defender uma classe, de defender uma categoria. Faz isso com muita responsabilidade, faz isso com conhecimento de causa e traz, para a Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, o reconhecimento a outras pessoas. V. Ex.ª traz aqui o reconhecimento ao Gustavo Jardim, traz reconhecimento a vários vaqueiros, além da interação e da parceria que existe no meio dos vaqueiros, no meio da vaquejada e sem vaidade, sem orgulho, sem perseguição, porque se ajudam, um haras empresta o cavalo para o outro haras, para outro vaqueiro. V. Ex.ª traz isso, a essência da vaquejada, a amizade que existe por trás da vaquejada e todo aquele elo familiar, aquele elo de harmonia, aquele elo de alegria e, o mais importante, que leva renda, leva recursos para famílias, para as pessoas que estão envolvidas. Então, mais uma vez, parabéns, Deputado Vinícius Louro, a sua luta não é de hoje, nós já acompanhamos, na legislatura passada, acompanhamos na atual legislatura. Rogo a Deus e à população do estado do Maranhão, quem é ligado à vaquejada, quem é ligado ao esporte, quem é ligado ao tratamento que V. Ex.ª dá que possa ter o reconhecimento. Ano que vem é ano de eleição, é ano que estaremos colocando nossos nomes nas urnas novamente, e que possa ter o reconhecimento dessa categoria, dessa classe que aqui, na Assembleia, tem um deputado vaqueiro, um deputado corredor, que tem um deputado que valoriza, que defende, que respeita a vaquejada no Maranhão e no Brasil. Mais uma vez, parabéns, Deputado Vinícius Louro, e eu falo isso com conhecimento de causa, como seu irmão, seu amigo e seu irmão, tenho um carinho muito grande por você, você sabe disso e tenho reconhecimento. No último final de semana, estive lá, e quão bom se mais pessoas tivessem essa atenção e desse a valorização com recursos para a vaquejada. Quantas pessoas saíram lá para se divertir! Para aproveitar o show, para aproveitar a vaquejada em si! Quantas famílias levaram seus filhos para aproveitar, para curtir, para se divertir! Então, o esporte é uma diversão. Parabéns a Vossa Excelência. Parabéns ao estado do Maranhão, muitas outras Assembleias do Nordeste não têm. A Assembleia Legislativa do Maranhão tem um deputado vaqueiro, um deputado corredor e um deputado que realmente defende a vaquejada, deputado duro. Parabéns, Vinícius.

O SENHOR DEPUTADO VINÍCIUS LOURO – Eu lhe agradeço, Deputado Wellington do Curso, pelas deferências e pelas palavras. Vossa Excelência também sempre acompanhou o esporte de vaquejada, esteve presente e vai começar a correr nos eventos vendo ali. Imagine um show daquele com mais de 8 mil pessoas o tanto que foi comercializado dentro daquela festa. Só aquela festa ali, em si, no sábado. E dizer para você ver como é a parceria do esporte da vaquejada. A gente já vinha, mais ou menos, na terceira rodada e cada rodada a gente estava correndo dois bois, ou seja, foram seis corridas. E o nosso animal já estava cansado. Quando o Marcelo Muta olhou e viu que ela já estava cansada, ele falou e disse: “Manda buscar a minha no caminhão do Gustavo Jardim, porque ela está descansada e vocês vão continuar”. E, assim, continuamos correndo e sem perder, fechando a sexta rodada e tirando aí a segunda e a terceira vaga no Parque João e Maria, onde, imaginem, quantos vaqueiros profissionais estiveram ali presentes. E a gente ali, através do Gerson Pereira, que era o puxador, que é um grande vaqueiro do estado do Maranhão e do Brasil, e vem a ganhar essa premiação. Então muito obrigado a toda classe vaqueira pelo carinho. Muito obrigado ao estado do Maranhão também por esse reconhecimento, que nós temos dentro do esporte de vaquejada e, desde já, parabenizar todos os idealizadores. E também corremos atrás para que, no próximo mandato de um governante, a gente possa ter um governante que goste do esporte de vaquejada, que contribua com o esporte de vaquejada, como foi feito em outrora e em outro tempo atrás, que ali o Governo do Estado do Maranhão, as prefeituras patrocinavam esses parques, colocando recursos para que eles pudessem aumentar a premiação, aumentar uma estrutura para gerar ainda mais emprego e renda para o nosso estado. Muito obrigado, Senhora Presidente.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA