27/04/2022 - Tempo dos Blocos Mical Damasceno Mical Damasceno


Aniversário: 14/01
Profissão: Administradora

Discurso - download do áudio



A SENHORA DEPUTADA MICAL DAMASCENO (sem revisão da oradora) - Senhor Presidente, Mesa Diretora, deputados e deputadas, subo a esta tribuna, mais uma vez, para falar de um assunto que deu uma grande repercussão no meio evangélico, uma situação em que o Partido dos Trabalhadores, o PT, “partido das trevas”, moveu uma ação na justiça contra a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, CGADB, a maior convenção evangélica do Brasil, à qual eu pertenço, a minha denominação. A ação foi movida pelo advogado do PT, Rodrigo Zanini, após o Presidente Bolsonaro participar de um evento promovido pela nossa instituição na cidade de Cuiabá, no estado do Mato Grosso. Então, essa representação do Tribunal Superior contra o Pastor José Wellington Costa Júnior, que é o presidente da nossa Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil, por suposta propaganda eleitoral antecipada que eles alegam que foi culto, mas que, na verdade, é uma reunião convencional que ocorre todos os anos para resolver problemas e algumas outras coisas que se resolvem por meio desses encontros convencionais. Na abertura, o nosso Presidente Bolsonaro participou. Na ação, o PT afirma que o pastor José Wellington e o deputado federal Sóstenes Cavalcante, que é o líder da bancada evangélica na Câmara, discursaram em favor da reeleição do Presidente Bolsonaro com a questão da sua anuência explícita, e que o evento não passou de um ato de campanha a despeito da aparência de culto religioso. Isso daí é uma mentira. Nós sabemos que o PT, “partido das trevas”, odeia os evangélicos. A esquerda, na verdade, hoje quer calar a voz da igreja no Brasil. Então, meus amados irmãos evangélicos, nós, cristãos, estamos falando de política, hoje, para não sermos proibidos de falar de Jesus amanhã. Vamos ficar alertas sobre isso, minha gente. Essa reunião não foi de cunho político, não foi um ato político. E daí esse advogado Zanini, um dos mais caros que foi contratado pelo PT, cita no processo o pastor José Wellington Bezerra da Costa Júnior e também o Deputado, líder da bancada, Sóstenes Cavalcante?! O Presidente Bolsonaro sempre participou desses eventos, valoriza o povo evangélico e agora está sendo... o PT está se incomodando com isso. Ouvindo o discurso outro dia do ex-presidiário Lula dizendo que não se tem que conversar com pastores. Na verdade, se não respeita os nossos líderes, quem ele vai respeitar? Isso aí está promovendo, cada vez mais, a reeleição do nosso Presidente Bolsonaro. O maior cabo eleitoral da reeleição do Presidente Bolsonaro se chama o ex-presidiário Lula. Essa é a verdade. Então oremos, meus amados irmãos, pelo nosso Presidente José Wellington Bezerra da Costa Júnior, porque agora está sofrendo essa ação juntamente com o Deputado Federal Sóstenes, porque, na verdade, querem nos calar. Mas como nós temos três armas poderosas que sempre oramos, sempre lemos as escrituras e estamos vigilantes dia após dia, com certeza, nós vamos vencer mais essa batalha. São aqui essas as minhas palavras, Senhor Presidente.

+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA