Infectologista esclarece sobre a Varíola dos Macacos

Fonte: TV Assembleia

icone-whatsapp

No Brasil, não há casos confirmados da Varíola dos Macacos, mas tem suspeitos no estado do Ceará, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou 257 casos em humanos em todo o mundo. Nenhuma morte foi registrada.

“Na verdade, nós sabemos muito pouco. Da mesma maneira que sabíamos muito pouco no início da Covid-19, e sofremos, pagamos o preço por isso, com milhares de mortes no mundo. A OMS não nos orientou direito e a mesma coisa parece estar acontecendo nessa nova situação, possivelmente epidêmica, que é a varíola dos macacos”, ressalta o médico infectologista Carlos Frias.

Depois de dois anos convivendo num cenário pandêmico que levou à morte de mais de 600 mil brasileiros, agora, há uma nova doença preocupando os maranhenses.  “A gente fica assombrado, mas também não pode parar de viver e tem que dar continuidade à vida. O Brasil não pode parar”, afirma o advogado Ribamar Garcia.

Os sintomas iniciais da Varíola dos Macacos identificados são febre, dores de cabeça, musculares e nas costas, gânglios inchados, calafrio, sensação de exaustão e erupção de bolhas na pele que, geralmente, começa pelo rosto e se espelha pelo corpo, principalmente na área de mãos e pés.

O médico infectologista Carlos Frias afirma que a máscara facial é ineficaz na prevenção à doença, que ocorre por contato físico.

“É necessário manter as normas de higiene, como lavagem das mãos. Isso é fundamental. E acompanhar toda a orientação do sistema de saúde”, ressalta o profissional.

 



+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA