24/02/2022 14h35

Mical Damasceno denuncia suposta doutrinação ideológica em escolas públicas estaduais

Agência Assembleia

icone-whatsapp
Dney Justino - Agência Assembleia
Mical Damasceno denuncia suposta doutrinação ideológica em escolas públicas estaduais
Deputada Mical mostra exemplar de periódico distribuído em uma escola pública do bairro Cidade Operária

A deputada Mical Damasceno (PTB) denunciou, na tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão plenária desta quinta-feira (24), uma suposta doutrinação ideológica realizada por um grupo de jovens, denominado UBES, que está visitando escolas públicas estaduais. 

Segundo ela, o grupo esteve, na quarta-feira (23), no Centro de Ensino da Cidade Operária I, em São Luís. “Eles falam assim: 'Juventude nas ruas!", 'UBES nas lutas!'. Esses integrantes estão percorrendo vários estados. Parece que o grupo é procedente do Ceará, chega nas escolas promovendo palestras, distribuindo periódicos e espalhando 'fake news'”, contou.

De acordo com a deputada, depois que entregam os periódicos, eles ministram uma palestra e, em seguida, recolhem o material para não deixar nada que possa comprometê-los. “No entanto, um aluno ficou com um exemplar, o qual chegou em minhas mãos. Por isso, estamos aqui denunciando”, disse.

Mical afirmou que o grupo "mente quando afirma que o presidente da República e seus generais cobram um dólar de propina por cada dose de vacina e que Bolsonaro quer uma nova ditadura". “O que eles pretendem é influenciar os jovens. Estão fazendo, na verdade, uma campanha política antecipada. Isso é uma doutrinação ideológica”, acentuou.

Investigação

Para Mical, é um caso que precisa ser investigado pela Secretária de Estado da Educação e pelo Ministério Público Estadual. “Se nada for feito aqui, eu mesma vou para dentro das escolas mostrar a verdade também sobre o presidente Bolsonaro e sobre os generais das Forças Armadas”, enfatizou.

A parlamentar considerou covardia de quem autorizou o grupo de jovens a entrar nas instituições de ensino. “Entram pelo portão da frente. Não podemos aceitar esse tipo de coisa. Reitero que todas essas mentiras foram ditas numa escola pública do Centro de Ensino da Cidade Operária. Não vamos aceitar e vamos apurar. O nome do grupo é UBES. Na capa, tem um Che Guevara e fala somente 'rebele-se', que é a tese do grupo para o Congresso da UBES”, concluiu.

 



+ Notícias
banner-ouvidoria
banner-whatsapp

ATENDIMENTO

Palácio Manuel Beckman
Av. Jerônimo de Albuquerque - Sítio do Rangedor - Calhau
São Luis - Maranhão - CEP: 65071-750
Telefones: (98) 3269-3000 | 3269-3001

EXPEDIENTE

De segunda a sexta-feira das 8h às 18h

SESSÕES PLENÁRIAS

• Segunda-feira: a partir das 16h;
• De terça a quinta-feira: a partir das 9h30.

AGÊNCIA ALEMA